Lucros e prejuízos


Assumir a homossexualidade para a família, amigos e conhecidos tira o sono de muita gente. Afinal, vale a pena sair do armário?


Entendo que, normalmente, sair do armário é algo positivo. Sem dúvida, há muitas dificuldades e muitas perdas - mas ganhos também, e estes costumam superar os prejuízos.


Perdem-se "amigos", mas, com os que sobram, a amizade acaba saindo fortalecida, e o fato de podermos ser do jeito que somos, sem interpretar um papel 24 horas por dia, é um elemento espetacular para a saúde psíquica.


Com a família, mais dificuldades. Entretanto, mesmo se demorar, pais e irmãos podem fazer um verdadeiro exercício de amor e reavaliar seus valores. No final, pode sobrar uma sólida aproximação, com o respeito que você merece - e a homossexualidade passa a ser um detalhe tão trivial quanto a cor de seu olho.


No entanto, é claro que nem tudo sai sempre assim. Há casos extremos de violência, expulsão de casa, bem como situações em que simplesmente não convém assumir (em uma empresa conservadora na qual você ganhe muito, por exemplo).


Sair do armário, portanto, engloba uma avaliação sincera dos riscos e dos benefícios. Algo, porém, tem de ficar muito claro. Por mais que sua família, seus amigos e seu emprego sejam importantes para você, você é a pessoa mais importante de sua vida. Respeite-se antes de tudo e respeite também seus limites.


Se estar no armário vira um fardo e faz com que você mesmo se torne preconceituoso, é hora de pensar em uma mudança, com todos os ganhos e perdas que ela traz. Afinal, ninguém viverá sua vida por você. Nem seus pais.


Por João Marinho
Fonte: Editorial da Sex Boys-DVD 17
www.sexboys.com.br

Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

As mais lidas na semana

Levítico 18,22. 20,13

Oito motivos para ter uma chuca portátil

Namoro Gay