Esta reflexão é inter-religiosa; e vem de um representante do Zoroastrismo, quando li, não tive dúvidas em publicá-la, por expressar a verdeira face de Deus: A vida!!

DEUS, QUE PALAVRÃO!*

Deus. Que palavra ruim e carregada!

Ela implica tanta história de morte e de domínio que causa arrepios em muita gente. Enquanto, para outros, continua sendo uma fuga de responsabilidade, ou pior, uma arma de exclusão!

Para muitos, Deus é tudo que esconde de mal resolvido em si mesmo: medo, desejo de vingança, egoísmo (do tipo eu sou salvo, você vai para o inferno), a baixa auto-estima (terrível o mandamento de se negar a si mesmo), de tabus (não pode sexo, não pode nudez, não pode o melhor de tudo), de validação de poderes (do governo, do pai, do sacerdote, do próspero etc). Esse Deus é a desculpa para se ir construindo esse mundo desigual, apocalíptico (já que vai acabar mesmo, por que não explorá-lo ao máximo?!), e mal governado (afinal tem que se obedecer a toda autoridade constituída). Ainda, Deus pode ser apenas o nome de nossas fantasias, do mistério que nos cerca ou, do desejo de resolução mágica dos problemas que criamos em nome desse mesmo Deus e, do "pecado" e "morte" que ele inventou.

Se de alguma forma queremos ainda usar essa palavra que seja para expressar a nossa admiração e prazer diante da beleza do mundo. Que a palavra Vida seja o sinônimo mais fiel de Deus. E, que ela expresse o nosso desejo de abertura para o diferente e de cuidado pelo mundo.
Claro que, essa paranóia de se ter que defender a existência de um Deus único (geralmente o meu, o da minha religião ou povo) só prova que temos feito esse Deus mais fraco do que nós mesmos, pois dependente de nossa defesa, martírio, fanatismo e terrorismo.

Ajoelhar-se, adorar ou louvar são coisas que têm a ver com escravidão e barganha barata. Se há Deus, a Vida de nossa vida, Deus não pode ser: ele, pai, rei, senhor etc (tudo no masculino, pois esse Deus é uma invenção dos machos), porque todos esses termos falam de nossa própria vontade sadomasoquista de domínio. Deus, a Vida, então, é a força que nos coloca de pé, iguais e dignos. Tudo que nos quer de joelhos é o contrário do bem e inimigo da Vida!

A Boa Consciência nos convida a despirmos Deus desses mitos danosos, de suas iras e exclusivismos e, também, de nossa defesa. Seria bom achar um outro vocabulário, aberto e diverso, para falarmos de beleza, espiritualidade e amor.

Que tal abrir-se para esse sublime exercício?

*Onaldo Alves Pereira
www.zoroastrismo.org
http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=199661
magavan-subscribe@yahoogrupos.com.br (participe de nosso grupo no Yahoo)
Zoroastrismo@groups.msn.com (participe de nosso grupo MSN)
Rua 08, 254 ? Qd. 27 Lt. 21 ? C-1
Marechal Rondon74560-370 - Goiânia - GO

Comentários

Postar um comentário

1-Este blog aceita comentários que sejam específicos, ou em diálogo com as postagens correspondentes, conteúdo fora do contexto da mensagem correspondente poderá não ser publicado.

2- São vedados comentários com conteúdo de pregação ou proselitismos de doutrinas específicas de igrejas cristãs, ou qualquer outra religião,salvo quando estes se referirem à crítica de uma postagem principal em concordância ou discordância da mesma, devidamente fundamentados.

3-Conforme art. 5º, IV da Constituição da República Federativa do Brasil de 1988 é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato.

4-Todo conteúdo dos comentários será avaliado, sendo reservado o direito de não serem publicados, os comentários, caso seus fundamentos sejam ofensivos ou desrespeitem o direito dos homossexuais.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

As mais lidas na semana

Romanos 1,18-32

Levítico 18,22. 20,13

Oito motivos para ter uma chuca portátil

Namoro Gay

Bluetooth para pegação gay