Sobrinho (pastor) de deputado federal evangélico se envolve com travesti


Sobrinho (pastor) de Deputado Federal (pastor) do Amazonas acusa travesti de roubo em Manaus

Integrante da família Câmara, Thiago Câmara teria se envolvido em uma confusão com travesti durante a madrugada no Aleixo, Zona Centro-Sul de Manaus

Silas Câmara é irmão de Samuel Câmara, candidato derrotado às últimas eleições da CGADB. Os Câmara são os ditadores em exercício das Assembléis de Deus no Amazonas e muito poderosos na região. Silas Câmara responde a diversos processos e já se envolveu em alguns escândalos e a sua esposa, a deputada Ana Lucia, foi cassada por práticas ilícitas.


Jonatas Felipe Soares da Silva, 18, conhecido como Naomi e tem por nome de guerra Jéssica, foi autuado em flagrante por roubo no 11º Distrito Integrado de Polícia (DIP). O travesti é suspeito de roubar o pastor evangélico Thiago Jonatas Ferreira Câmara, 24. O caso aconteceu próximo ao condômino Portal da Cidade, Aleixo, Zona Centro-Sul de Manaus.

Thiago Felipe é filho do Jonas Câmara e sobrinho do Deputado Federal Silas Câmara (PSD).

Em depoimento a polícia Thiago contou que estava dentro do carro, uma S-10 preta e placa ainda não identificada, parado na Avenida André Araújo quando dois assaltantes vestidos de mulher o abordaram, e o assaltaram levando seu cordão.

Outra versão que chegou a polícia é de que um amigo de Thiago, de nome ainda não divulgado, e que é professor de educação física e trabalha na academia Cagin Clube, teria feito a detenção de ‘Naomi’ e o levou até a delegacia.

Em depoimento, o professor de educação física contou que recebeu a informação de que Thiago teria sido assaltado na Rua Aristide Pierre, no Aleixo, próximo ao Portal da Cidade. Ele disse que Thiago estava com carro parado próximo ao condomínio e com o vidro entre aberto, quando a travesti junto com uma amiga também travesti, abordou o pastor com um gargalo de vidro e tentaram assaltá-lo. O professor contou que a travesti levou o cordão de ouro de Thiago, que estava avaliado em R$ 4 mil e R$ 150,00 em dinheiro.

No momento em que ele teria chegado ao local para socorrer o amigo, houve uma discussão e o professor conseguiu render a travesti, o amarrou e o levou para a delegacia.

Já o Jonatas, em depoimento a polícia, contou que estava parado “no ponto”, localizado na Avenida André Araújo quando Thiago se aproximou com o carro, reduziu a velocidade e fez sinal de luz alta para ela. Thiago chegou mais próximo e perguntou se ‘Naomi’ era mulher ou homem, em seguida ela disse que era travesti e Thiago então disse que não queria e seguiu.

Mais a frente Thiago parou o carro e conversou com uma das amigas da travesti, que entrou no carro. Um tempo depois ‘Naomi’ contou que ouviu uma discussão entre Thiago e a amiga que estava no carro com ele. A amiga teria gritado que Thiago não tinha dinheiro para pagar o programa. Foi quando ela pegou um gargalo de vidro e junto com outras amigas foram até o carro para ajudá-la.

‘Naomi’ disse que foi agredida por Thiago e o amigo professor. Ela disse ainda que pegou sim o cordão de Thiago, mas esse cordão era “fuleiro”, ao contrário do que contou o amigo de Thiago.


Fonte: acritica.com

Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

As mais lidas na semana

Oito motivos para ter uma chuca portátil

Romanos 1,18-32

Levítico 18,22. 20,13

Namoro Gay

Bluetooth para pegação gay