Papa condena casamento de homossexuais


CIDADE DO VATICANO (Reuters) - O papa João Paulo II repetiu no sábado a oposição da Igreja Católica ao casamento entre homossexuais, após o estado norte-americano de Massachusetts se tornar o primeiro dos EUA a permitir a união de pessoas do mesmo sexo.

"A vida em família é santificada na união entre um homem e uma mulher, na instituição sacramentada do santo matrimônio", afirmou em um discurso a bispos norte-americanos que visitam o Vaticano.

"A Igreja ensina que o amor de um homem e uma mulher santificado no sacramento da união é um espelho do eterno amor de Deus por sua criação", disse.

Este é, aparentemente, o primeiro comentário público do papa sobre casamento desde que Massachusetts juntou-se, na segunda-feira, à Bélgica, à Holanda e três províncias canadenses na legalização da união homossexual.

O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, que se encontrará com o papa em Roma em 4 de junho, também condena o casamento de pessoas do mesmo sexo.

O pontífice de 84 anos afirmou aos biscos que é "fundamental que o casamento cristão seja compreendido em seu sentido maior e seja apresentado tanto como uma instituição natural quanto a realidade sacramental".


Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

As mais lidas na semana

Romanos 1,18-32

Levítico 18,22. 20,13

Oito motivos para ter uma chuca portátil

Namoro Gay

Bluetooth para pegação gay