Brasil campeão mundial de paradas LGBT

País realiza 127 paradas em 2008


O Brasil é líder no ranking de Paradas do Orgulho LGBT em 2008. Os dados brasileiros são da ABGLT – Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais. Além das 127 paradas, outros 23 eventos culturais brasileiros alusivas à celebração do orgulho LGBT também foram registrados (relação abaixo).


Já a InterPride, uma associação internacional de coordenadores de eventos do Orgulho LGBT, registrou 98 Paradas nos Estados Unidos, seguido de Canadá (20 paradas), Alemanha (6) e o Reino Unido (6).


O estado de Minas Gerais é campeão 21 paradas, seguido de São Paulo com 12.

No Brasil, o Governo Federal também promove esforços no combate à homofobia e na promoção dos direitos humanos e da saúde da população LGBT. Através de editais públicos de seleção de projetos, o Ministério da Cultural está apoiando 21 dos eventos. Mais 92 eventos receberão o apoio do Programa Nacional de DST e AIDS do Ministério as Saúde.


Toni Reis, presidente da ABGLT comemora , “Embora ainda haja muita discriminação contra lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais, o Brasil dá uma resposta clara contra a homofobia com tantas paradas de mobilização e visibilidade massiva. Esperamos concretamente que o Senado escute a voz de cerca de 18 milhões de cidadãos e cidadãs brasileiros(as) que pedem igualdade de direitos e a criminalização da discriminação homofobia, e que os(as) senadores(as) aprovem o PLC 122/2006.”


Reis relembra também que de 5 a 8 de junho de 2008, 1.000 pessoas participaram da I Conferência Nacional LGBT, convocada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, na qual foram aprovadas 559 propostas para políticas públicas para LGBT.


Através da Portaria nº 432, de 2 de julho, a Secretaria Especial dos Direitos Humanos já convocou 18 ministérios para formar uma comissão técnica interministerial para, com base nas propostas da Conferência, elaborar o Plano Nacional de Promoção da Cidadania e Direitos Humanos LGBT. A Comissão terá 90 dias partir de sua instalação produzir a proposta de Plano. “É fundamental neste momento que fiquemos atentos para, em parceira com o governo, colocar em prática o Plano Nacional,” disse o presidente da ABGLT.



Fontes: www.abglt.org.br / Paradas / 2008

www.interpride.org / Global Calendar / 2008

Informações adicionais:

Toni Reis: Presidente da ABGLT e Diretor da Região 17 da Interpride

Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

As mais lidas na semana

Levítico 18,22. 20,13

Oito motivos para ter uma chuca portátil

Romanos 1,18-32

Namoro Gay

Bluetooth para pegação gay