Caminhos tortuosos: posicionamentos intrigantes do Vaticano

Conforme noticiou o site espanhol Universo Gay, O vaticano ordenou ao episcopado um padre que acredita ser o furacão Katrina uma resposta (castigo) de Deus para homossexualidade da raça humana. Antes de comentar gostaria de compartilhar a notícia na íntegra:

Um padre que acha que o furacão Katrina foi um "castigo divino" para Nova Orleans por a cidade ser tolerante aos gays e lésbicas, acaba de ser ordenado bispo pelo Papa.

Gerhard Wagner, que também acredita que os livros Harry Potter são trabalhos satânicos, foi ordenado bispo auxiliar de Linz, Áustria por Bento XVI.

Sua interpretação da ação do furacão Katrina, que devastou Nova Orleans em 2005, como um castigo divino pela homossexualidade, foi partilhado por todos os homofóbicos de denominações religiosas e políticas.

O reverendo Fred Phelps da Igreja Batista de Wesboro bem conhecido por assistir funerais de pessoas gays portando cartazes com os dizeres: "Deus Odeia maricas", também acredita que o Katrina foi um castigo por causa da homossexualidade.

Maurice Mills, um vereador da Democrático Unionista de Ballymena, em abril de 2006 declarou: "A mídia não divulgou relatório que o furacão ocorreu dois dias antes do evento anual homossexual chamado de Southern Decadence Festival (Festival da decadência do sul) que no ano passado havia atraído 125.000 visitantes. "

Para ter certeza, este é um aviso para as nações onde tais crimes é cada vez mais incentivada e praticada. Esta abominável e imunda prática de sodomia, resultou no continente Africano a desencadeada Aids, com custos elevados para todas as nações e crianças inocentes ".

Em dezembro, o Papa afirmou que a existência de pessoas homossexuais é mais perigosa para a humanidade do que a destruição da floresta tropical. Bento XVI também atacou as pessoas transexuais e afirmou que estas práticas de "obscuros" gêneros podem levar à extinção da raça humana.

De fato, Deus deve realmente se importar, a tal ponto, com a homossexualidade para mandar um furacão destruir toda uma cidade- tal como fez em Sodoma. Entretanto uma coisa me atinge nesta história toda: Seria Deus mais preocupado com a homossexualidade ,do que com aqueles que passam fome pela ganância de muitos, que roubam de seus semelhantes, e os escravizam, às vezes com salários de fome em nome da prosperidade e do lucro fácil?

Será que Deus se preocupa com a homossexualidade (que não fere ao próximo, que não rouba e nem agride a integridade de ninguém), mais do que a guerra, promovida pelos EUA, pelo BUSH, que destruiu famílias e matou milhares de inocentes no Iraque e Afeganistão, em nome de armas ideológicas que nunca existiram?

Será que Deus se preocupa mais com a homossexualidade do que com a miséria na África, enquanto o Senhor Bento XVI (que "fala" em nome de Deus)viaja ao mundo, encostando sua cabeça em almofadas que custaram, apenas uma, o valor de 1.500 dólares, comendo bem e tomando vinhos de 700 dólares a garrafa?

Intrigante, mas o povo não anda lendo as Escrituras, só as leem quando os textos servem para atacar os gays mas aqueles textos que dizem: TIVE FOME E NÃO ME DESTE DE COMER, SEDE E NÃO ME DESTE DE BEBER, NU E NÃO ME VESTISTE, PRESO E NÃO FOSTE VISITAR-ME, mestre e quando sucedeu a ti tudo isso? QUANDO A UM DOS MEUS PEQUENINOS NÃO O FIZESTE, A MIM DEIXASTE DE FAZER! (Mt. 25,41).

Ou ainda, aquele texto que diz MISERICÓRDIA QUERO E NÃO HOLOCAUSTO!

Bem, enfim, no passado a Igreja Católica já mostrou sua força pelo sangue, gostam tanto de sangue que celebram o SANGUE E O CORPO DE JESUS CRUCIFICADO, e como não poderiam deixar de fazer- querem derramar mais! Agora dos gays.

Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

As mais lidas na semana

Romanos 1,18-32

Levítico 18,22. 20,13

Oito motivos para ter uma chuca portátil

Namoro Gay

Bluetooth para pegação gay