Novela 11



Merce-Esta semana eu queria estar com Maica e Sonia, mas tenho de estudar.
Enric-Eu também. Meu avô continua a dizer-me que tenho de estudar para os exames de seleção.
Max-É tão ruim assim?
Enric-Sim
Merce-Você deve ter tirado boa nota, não?
Max-Eu estudei pra burro. E agora ainda mais.
Merce- queroa outro saco de batatas. Você quer alguma coisa?
Max-Enric: Não, obrigado.
Enric-Esta tarde podíamos ir assistir a um filme em sua casa.
Max ia com alguns amigos da universidade ver alguns filmes e beber cerveja.
Enric-Então, deixa.
Max-Vem.
Enric-Não, não ...
Max-Por que não? Iremos reunir no centro da cidade, não se preocupe, não vamos ver ninguém e não vou segurar sua mão.
Enric-Ok, eu quero estar com você.

Fidel (Pai da Merce): eu não sabia que seu ex-namorado era tão amigo do Max.
Merce-É que Eric quer estudar medicina. O quê?
Fidel-Nada, é só que quando estavam juntos, você disse que as coisas simplesmente não funcionavam ... como sexo, quero dizer.
Merce-Sim, eu sei o que quer dizer.
Fidel pensava que ele era gay, na verdade eu sempre pensei nisso.
Merce-Então, você tem boa visão.
Fidel-Ah, e agora ele está saindo com o Max?
Merce-Sim. Eles fazem um belo par.
Fidel-Você poderia, pelo menos ter me contado, não?
Merce-Aye pai, naquela época, ele ainda não estava certo. Além disso, apenas a família sabe, por isso cuidado com o que dize, né?

Max-Você não precisa de vestir o casaco, está quente.
Avô-Isto é o que eu disse, você veste o casaco e depois sua e. O que você vai fazer agora?
Max-Vai ao cinema.
Avô-E depois de estudar, eu suponho?
Max-Enric-Sim, sim.
Avô-E você? Como você está indo na Universidade?
Enric-Avô, não interrogá-o, por favor.
Max-Eu não me importo. Bem, estou ainda em falta com alguns exames, mas de momento não posso reclamar.
Avô-Meu filho também é um médico e as poucas horas que eu o vi estudando eu não podia entender que ele poderia terminar formado!
Avô-Deve ser Trini, ela esqueceu algo e quer que eu leva lápara baixo. Montse Olá!
Montse-(Montse, mãe de Enric) - Olá
Enric-O que vocês estão fazendo aqui?
Montse-Na próxima semana é o casamento de seu primo.
Enric -Sim, eu sei. E?
Montse -Suponho que você vai?
Avô-Claro que vai, e espero que seja em um bom restaurante. Com o dom que nos deu, quero uma boa refeição, pelo menos.
Montse -Nós temos que ir à procura de um terno.
Enic -Mãe, não tenho vontade de ir ao casamento.
Montse-O que as pessoas pensam de você não ir? Não lhe importa o que elas dizem?
Enric-Não
Montse -Seu pai e eu não ficaremos em falta. Você tem que vir, se você gosta ou não! Tome isso, você compra um terno, o que quiser, mas você não vai se comportar como um idiota, você me entendeu.
Enric-Não, você não compreende.
Montse-Que desculpa darei por não levá-lo?
Enric-Tem vergonha de mim?
Montese-Não, mas as pessoas não estão cientes de que, nem há qualquer necessidade de dar explicações.
Enric-Olha, se ele não vai nem eu vou.

Max-Alguns colegas que viram dizem que é bom. E se não, vamos estar fodido, porque o cinema não devolve o seu dinheiro. Às vezes, você assisti a tais filmes ... Eu tenho deixado o cinema duas vezes.
Enric-Um momento, espera.
Max-O que está errado agora? Venha, estamos na hora.
Enric-Não, eu não quero ir.
Max-Não me diga que isso agora.
Enric-Não, não ...
Max-Eu já disse que você estaria. Certamente eles compraram a entrada para você.
Enric-Olha, se for o dinheiro eu vou devolvê-lo para você, mas eu não quero ir com eles.
Max-Por que não? Eles são meus amigos, eles vão gostar, você vai ver.
Enric-Sim, mas eles sabem que estamos juntos, Max.
Max-Então o quê? Eles não têm qualquer problema Enric. Vá lá, não sejas tolo. Você vai ver nada vai acontecer.
Enric-Não.
Max-Enric Foda-se! Eu não entendo!
Enric-Eu vou para casa.
Max-Mas ... espere, espere um momento! Demorou muito para chegar aqui. Você me prometeu que você diria a todo o mundo.
Enric-Sim, eu vou fazer quando eu estiver pronto!
Max-Você me prometeu Enric! Você disse que quando sua família saboubesse, que você diria, também, aos seus amigos.
Enric-Bem, eu não!
Max-Você não conseguiu?
Enric-Não!
Max-Bem, eu fiz e Edu ficou muito chateado com você sabe? Mas para mim a coisa mais importante é você
Enric-Eu não quero que as pessoas saibam. Você viu minha mãe, ela não quer dizer a ninguém.
Max-E isto é bom para você também, não? Desta forma, você não tem que dizer a verdade e você pode continuar a esconder. O filme está prestes a começar. Você vem ou não?
Enric-Não, eu não posso Max.



Max e Beni conversam sobre Enric, e o mal que ele fez a Edu, Max defende Enric, e Beni compreende que Max é apaixonado por Enric e, mesmo não gostando da idéia, pois Edu é estimado por Beni, aceita a condição de Max estar feliz.
Merce cobra de Enric uma postura frente aos seus amigos e sua mania de querer esconder seu relacionamento com Max, ela afirma que Enric teve sorte de encontrar alguém honesto como o rapaz, e deve tomar uma postura clara disso em relação aos outros.
Enric pede desculpas a Max, e promete que mudará seu comportamento. Max já está se cansando do medo de seu namorado, e em cobrança diz não acreditar em Enric. Este pede mais compreensão, diz que vai parar de ser idiota e se oferece a ir a uma festa de aniversário de um amigo de Max. Enric diz que Max é a coisa mais importante que ele tem!




Max apresenta Enric a Beni, e este não se mostra satisfeito com o que ele fez a Edu, e o repreende, Max o defende, e diz que a coisa já está resolvida. Depois, já em casa, Max explica a Enric que Beni só quer proteger, também ao Enric, pois ele só estava agindo como um “pai”, um Pai de Max! Max pergunta se Enric vai a festa com ele, e este reposnde positivamente, o telefone toca e Max tem que sair...

Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

As mais lidas na semana

Oito motivos para ter uma chuca portátil

Levítico 18,22. 20,13

Romanos 1,18-32