Filme: Pecado da Carne

Amor gay entre judeus ortodoxos, estreia sexta

 

 

A Festival Filmes vai lançar no Brasil em 03 de abril, em São Paulo, o polêmico e bem produzido “O Pecado da Carne”, filme dirigido por Haim Tabakman e que conta a história de amor entre dois judeus ortodoxos. Na histórica Jerusalém, Aarão Fleshman (Zohar Straus) é um açougueiro casado e pai de cinco filhos que vê tudo mudar com a chegada do jovem Ezri (Ran Danker). “Pecado da Carne” foi um dos 104 filmes exibidos durante a 17º edição do Festival Mixbrasil de Cinema da Diversidade Sexual, em 2009.

Depois de ir a Jerusalém em busca de um caso seu, outro judeu ortodoxo, e levar o fora dele, o rapaz é levado pelo destino à porta do açougue de Aarão, que coincidentemente precisa de um ajudante em seu negócio. Tudo é muito sutil entre os dois durante o clima de tensão sexual não concretizada. Haim coloca toda a mensagem nos olhares e expressões faciais.

O açougueiro vê então sua vida invadida pela presença de seu agora aprendiz e seu cotidiano totalmente bagunçado, mexido pela energia jovem e cheia de vida de Ezri - que se joga para cima do patrão em uma primeira vez fracassada. Mas no dia seguinte, quem vai pra cima é Aarão, não conseguindo mais segurar seu desejo de ter em seus braços o corpo todo daquele lindo rapaz.

Os dois finalmente conseguem ficar juntos, mas isso desperta o falatório geral dentro da conservadora comunidade judaica, ciente de que Ezri é homossexual. Começa então uma verdadeira guerra da opinião do povo judeu ortodoxo contra o aprendiz de açougueiro, com direito a cartazes difamatórios espalhados pelas ruas, pedras atiradas contra o açougue e olhares o tempo todo cheios de censura e reprovação.

Em nome da esposa, dos cinco filhos e de sua religião, Aarão decide deixar de viver seu desejo plenamente - se sentir vivo, como diz -, demite Ezri e se encerra no colo da mulher dizendo: “me proteja do Mal”. Mal este que nada mais é do que o amor por seu ajudante. Com a partida do rapaz, o açougueiro vai até a nascente do Rio Jordão para um banho de purificação e volta a morrer em sua agora sem graça vida.

Fonte: Mix Brasil

Comentários

Postar um comentário

1-Este blog aceita comentários que sejam específicos, ou em diálogo com as postagens correspondentes, conteúdo fora do contexto da mensagem correspondente poderá não ser publicado.

2- São vedados comentários com conteúdo de pregação ou proselitismos de doutrinas específicas de igrejas cristãs, ou qualquer outra religião,salvo quando estes se referirem à crítica de uma postagem principal em concordância ou discordância da mesma, devidamente fundamentados.

3-Conforme art. 5º, IV da Constituição da República Federativa do Brasil de 1988 é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato.

4-Todo conteúdo dos comentários será avaliado, sendo reservado o direito de não serem publicados, os comentários, caso seus fundamentos sejam ofensivos ou desrespeitem o direito dos homossexuais.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

As mais lidas na semana

Romanos 1,18-32

Levítico 18,22. 20,13

Oito motivos para ter uma chuca portátil

Bluetooth para pegação gay

Namoro Gay