Marcos Mion e TV Record= homofobia/ São José dos Campos e a proibição da diversidade sexual/ Meninos se incomodam em estudar com gays

Marcos Mion e TV Record são acusados de homofobia

Segundo a colunista Mônica Bergamo, da Folha de S.Paulo, o apresentador Marcos Mion e a TV Record estão sendo processados por homofobia.

Ativistas do movimento gay reclamaram dos comentários feitos por ele sobre a drag queen Nany People durante o programa Legendários.

Na ocasião, Mion disse que ela "tem surpresinha" e perguntou "o que ela faz com o pacote" na hora do banho. O apresentador disse que o caso está sob os cuidados do departamento jurídico da Record e que a emissora afirma que houve "exercício da liberdade de expressão" e que "não feriu ninguém".

========================================

São José dos Campos quer proibir divulgação de informações sobre diversidade sexual

A cidade de São José dos Campos (SP), está provando que a homofobia está ficando mais forte no poder público.

A Câmara Municipal pretende aprovar um projeto de lei que “dispõe sobre a proibição de divulgação de qualquer tipo de material, que possa induzir a criança ao homossexualismo”.

O projeto de autoria do vereador Cristóvão Gonçalves tem como objetivo vetar no município a divulgação qualquer tipo de informação sobre a diversidade sexual. O parlamentar acredita que essa divulgação induz a população à homossexualidade.

Se a lei for aprovada, o autor da informação corre o risco de ser multado em mil reais.

=======================================

Meninos se incomodam em estudar com gays

Segundo um questionário aplicado pelo Ministério de Educação a alunos do ensino médio, entre os anos de 2004 e 2008. Cerca de 13% dos meninos afirmaram que dividir a sala de aula, trabalhar ou mesmo ter como parente um homossexual, geraria um incômodo. Entre as meninas o percentual cai para 4%.

É possível observar também que, no decorrer do tempo, o número dos que se dizem incomodados com a presença de homossexuais diminuiu. Na primeira pesquisa, o percentual de estudantes do sexo masculino que afirmou não se sentir confortável com a situação era de 16,9%.

Numa tentativa de combater a discriminação dentro das escolas, entidades de defesa da comunidade LGBT criaram um kit com vídeos e guias de orientação, para distribuir entre alunos do ensino médio. A presidenta Dilma Rousseff teve acesso ao material e não gostou. Para ela os vídeos devem trabalhar mais com a questão do preconceito e não fazer propaganda de opções sexuais.

=======================

Fonte: Cena G

Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

As mais lidas na semana

Oito motivos para ter uma chuca portátil

Romanos 1,18-32

Levítico 18,22. 20,13

Namoro Gay

Bluetooth para pegação gay