E sobre isso Dom Odilo Scherer não vai se manifestar?


E essa reportagem, não é desrespeito com os católicos não? Quem desrespeitou: a mídia por divulgar, a polícia por prender, ou o padre por trepar e enganar, ou ainda, a igreja por acobertar?

Dom Odilo Scherer não vai se manifestar? É só em relação a parada gay que ele fala? E sobre os padres gays na igreja, ele não diz nada? O que, de fato, é cruel e acaba com a fé: a arte exposta na Av. Paulista dos santos para conscientização do sexo seguro, ou os padres católicos falando mal da homossexualidade e nos fundinhos das sacristias pagarem com o DINHEIRO DAS COLETAS os programinhas gays clandestinos? E aí dom Odilo, não vai dizer nada?


Segue a reportagem do Cena G

Padre americano pagava para fazer sexo oral em detento dentro da cadeia


Um capelão do Departamento de Correção da cidade de Nova York foi detido após ser acusado de pagar a um preso para ter sexo com ele.

O sacerdote Frank DeTucci, 70 anos, que era o capelão de uma prisão no condado de Queens, pagou US$ 120 e US$ 150 ao prisioneiro para fazer sexo oral nele.

As relações teriam ocorrido no escritório do capelão no Centro Correcional Queensboro, em Long Island City, no condado de Queens.

Comentários

  1. É realmente uma vergonha pra todos os romanos. Sou católico praticante e em todos os sacramentos de Ordem q eu participei nunca vi nenhum bispo colocar arma na cabeça de ninguém e orbriga-lo a aceitar o celibato. Todos somos livres e se a pessoa quer seguir a sua vida que procure uma fora do celibato.
    Parabéns pelo blog. Abraços.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

1-Este blog aceita comentários que sejam específicos, ou em diálogo com as postagens correspondentes, conteúdo fora do contexto da mensagem correspondente poderá não ser publicado.

2- São vedados comentários com conteúdo de pregação ou proselitismos de doutrinas específicas de igrejas cristãs, ou qualquer outra religião,salvo quando estes se referirem à crítica de uma postagem principal em concordância ou discordância da mesma, devidamente fundamentados.

3-Conforme art. 5º, IV da Constituição da República Federativa do Brasil de 1988 é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato.

4-Todo conteúdo dos comentários será avaliado, sendo reservado o direito de não serem publicados, os comentários, caso seus fundamentos sejam ofensivos ou desrespeitem o direito dos homossexuais.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

As mais lidas na semana

Romanos 1,18-32

Levítico 18,22. 20,13

Oito motivos para ter uma chuca portátil

Namoro Gay

Bluetooth para pegação gay