quinta-feira, março 01, 2012

Professor gay é demitido de escola católica

Professor gay é demitido de escola católica depois de anunciar intenção de casar


Um professor de música foi demitido depois que a escola em que ele trabalhava descobriu que ele tinha plano de se casar com seu parceiro homossexual. O caso aconteceu em uma escola católica em Saint Louis County, no estado do Missouri, depois que um dos responsáveis pela arquidiocese ouviu que Al Fischer pretendia se casar com seu namorado em Nova York.


De acordo com informações do jornal The Huffington Post, Al Fischer não quis se pronunciar sobre o assunto, mas enviou uma carta aos país dos alunos em que incentiva que o assunto seja discutido com os filhos. "A conversa em família sobre a existência ou não de justiça no que aconteceu poderia ser uma grande coisa. Não quero que a lição disso para as crianças a seja 'Mantenha a boca fechada, esconda quem você é ou o que pensa caso isso te traga problemas'".


A opção sexual de Al Fischer era conhecida na escola e pela comunidade católica e ele dirigia um coro de homens gays da região. O motivo para a demissão foi a intenção de concretizar o casamento gay, o que é severamente criticado pelos católicos. A arquidiocese de Saint Louis emitiu um comunicado em que concordava com a demissão que estaria "em acordo com a Declaração de Testemunho Cistão assinado por cada educador das escolas católicas".


Fonte ESTADO DE MINAS 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

1-Este blog aceita comentários que sejam específicos, ou em diálogo com as postagens correspondentes, conteúdo fora do contexto da mensagem correspondente poderá não ser publicado.

2- São vedados comentários com conteúdo de pregação ou proselitismos de doutrinas específicas de igrejas cristãs, ou qualquer outra religião,salvo quando estes se referirem à crítica de uma postagem principal em concordância ou discordância da mesma, devidamente fundamentados.

3-Conforme art. 5º, IV da Constituição da República Federativa do Brasil de 1988 é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato.

4-Todo conteúdo dos comentários será avaliado, sendo reservado o direito de não serem publicados, os comentários, caso seus fundamentos sejam ofensivos ou desrespeitem o direito dos homossexuais.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...