Querem desprestigiar os gays!



O Vaticano lançou uma crítica sobre a matéria publicada nos meios de comunicação, em que afirmava que havia um lobby gay, infiltrado na Sé romana, capaz de influenciar os cargos mais importantes da instituição, promovendo pessoas ou demovendo-as.

Assim, na crítica, o Vaticano afirmou que estavam tentando caluniá-los, bem, o termo calúnia nem deveria ter sido empregado, uma vez que, juridicamente, calúnia é imputação de falso crime às pessoas. Mas, a crítica trouxe um quê... um desprestígio, ou uma tentativa do mesmo, ao associar o Vaticano às relações homoafetivas.

Pois bem, de fato, houve um desrespeito, um desprestígio, mas não ao Vaticano, desprestígio e desrespeito aos gays, em serem nivelados por baixo, igualados à máfia papal, difamados como manipuladores de um conservadorismo hipócrita, onde, na realidade, não passa de uma “gaiola das loucas”, que joga lama para todos os lados, em um comportamento gay demente, subjugando a todos num jogo de interesses espúrios, em que, no final, prevalece  o sexo desenfreado!

Desrespeito aos gays, em sugerir que são dissimulados e propagadores da própria homofobia cultural que a instituição católica apregoa durante milênios de sua existência.

A tentativa de colocar no cenário do Vaticano homossexuais dementes, enrustidos, lutando por um poder espúrio, é molecagem de uma reportagem sensacionalista, que desrespeita a causa gay e o sofrimento da mesma população, que luta por DIREITOS IGUAIS nas sociedades em que se inserem.  

Colocar os gays como seres poderosos dentro do vaticano é debochar da comunidade gay, da sua consciência, da sua expressão, no mundo! 

Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

As mais lidas na semana

Romanos 1,18-32

Levítico 18,22. 20,13

Oito motivos para ter uma chuca portátil