Novela 16



Avô: Enric! Olá! Não, não, eu não sou Enric, sou o seu avô. Ele está dormindo ainda. Espera, ele está vindo
Enric: Quem é?
Avô: Aí, Merce, ela está preocupada com você
Enric: Olá Merce. Não, eu estava cansado e eu preferi voltar para casa. Não, eu não tenho planos para hoje. Sim, OK, tchau.
Avô: Desci sedo hoje,fiz o café, comprei pasteis
Enric: Obrigado
Avô: O que aconteceu ontem?
Enric: Nada! Por quê?
Avô: Você voltou mais cedo
Enric: Não finja que você não ouviu a conversa, eu estava tão cansado preferi voltar
Avô: Não me engana, eu sei tudo, eu encontrei Fidel e ele contou-me tudo
Enric: O que ele disse?
Avô: Ele me disse que Pep e seus amigos estavam fazendo uma bagunça na festa, mas que ele os expulsou
Enric: Sim, eles queriam fazer uma bagunça
Avô. Eles te incomodaram?
Enric: não
Trini: Bom dia!
Avô & E: Bom dia
Trini: Ai, estou atrasada
Avô: Como é que você comprou pasteis?
Trini: E você? Eu não me importo tem mais dois. Eu disse que sou Virginia Francisco namoro e agora estou me sentindo feliz
Enric: Ouch!
Trini: O que acontece?
Avô: Talvez você quebrou uma costela
Enric. Não, não, você tomou-me de surpresa
Trini: Quer uma massagem?
Enric: Não, não, esta noite eu dormi no meu braço e está doendo agora
Trini: eu vou dar um beliscão em você para ele parar de doer
Enric: Não
Avô: Trini, ele é o adolescente, você não haha
Trini: Você, sendo jovem, você iria me entender ou nunca amou antes? Todos os dias deve ser como é hoje
Avô: Sim, muitos pasteis!!!
Trini: Por que não? Mmm

Avô: O que você está fazendo?
Enric: Nada
Avô: Sua camisa está de avesso. Tira-a. Corrigi-a, porra! Como você conseguiu isso? Foi ontem na festa, certo? Foi Pep? Fala! Foda-se! Não me diga que você bateu a porta, que é um escorregão. Diga-me quem era?
Enric: Sim, foi Pep
Avô. Eu sabia! Esse cara ... Vamos lá, vamos para o hospital e depois fazer uma ocorrência
Enric: Não vamos fazer nada
Avô: Enric!
Enric: Eu fiz o mesmo para Edu
Avô: Eu não entendo você
Enric: Eles fizeram isso por que eu sou uma bicha
Avô: Não acha que é hora de acabar com este idiota?
Enric: Não me envolva hein? Não me envolva
Avô: Então, defenda-se e seja corajoso!
Enric: Não é tão fácil
Avô: Digam a todos que você é homossexual e você ama Max e para de agir como um idiota e vítima.
Enric: Vovô, é minha vida e eu não preciso de você tentar consertá-la!
Avô: Ha! Você gosta de ser perfurado e estar cheio de manchas roxas
Enric: O que você acha?
Avô: Você tem medo?
Enric: Deixe-me sozinho, é tudo culpa minha
Avô: Enric
Enric: Deixe-me sozinho vovô, por favor

Enric: Olá
Max: Não tem pizzas disponíveis, Galiana não está aqui
Enric: Não Max, eu não quero comer
Max: O que você quer?
Enric: Eu queria te dizer que estou arrependido. Sinto muito sobre o que você está sentindo, o seu pai, e saiba que, se você precisar de mim ...
Max: Se eu precisar de você, o quê? Você vai fugir como sempre
Enric: Olha, eu não sei, mas se eu puder ajudá-lo com tudo ...
Max: E agora você vem?
Enric: Eu quis vir mais cedo, mas ...
Max: Mas o quê?
Enric: Mas Edu...
Max: Não importa Edu, nem Maica ou Pep,todos que são desculpas, Enric! O problema não são eles, é você! Por que você veio apenas agora? Porque não existem pessoas agora, porque estamos sós, desta forma você não se preocupa que as pessoas te vejam falando comigo.



Avô: Olá!
Max: Olá!
Avô: Eu já pedi uma pizza
Max: Jon!
Jon: Sim?
Max: O pedido do Sr. Felip?
Jon: Sim, está no forno. Se você esperar só um instante
Avô: OK. Como está seu pai?
Max: Na mesma. Ontem eu vim para vê-lo. Tento animá-lo, mas é difícil
Avô: Eu suponho que Enric não se atreveu a falar com você
Max. Ele veio no outro dia
Avô: Mas você não conseguiu resolver as coisas
Max: Não
Avô: Agora é sua vez estava a ser bobo. O Mundo está cheio de idiotas. Se isso é tudo que eles aprendem em suas casas, é uma vergonha. Ele não gostaria que eu dissesse isso a você, mas Pep e seu irmão o insultaram e o espancaram e agora Enric tem metade de seu corpo cheio de hematomas
Max. Não!
Edu: Alguém tem que parar esse filho da puta.
Avô: Sim, eu disse para ele fazer uma ocorrência ou fazer alguma coisa, mas ultimamente ele não quer aceitar meus conselhos, nem mesmo ouvir o que eu digo a ele. Eu não entendo.
Max: 8,15
Avô: Aqui tome
Max: Ok, lhe devo 5 centavos
Avô: Não, eu não quero eles!
Max: Obrigado. Adeus. Pegue.
Edu: Você não me disse que chegou a vê-lo
Max: Ele só queria fingir
Edu: Ele é viciado em você ainda
Max: Eu não preciso dele
Edu: Você não deve ser demasiado difícil. Pelo menos ele não chegou chorando tentando fazer você sentir pena porque ele apanhou
Max: Eu não me importo. Ele merece ir para o inferno com as pessoas estúpidas

Edu: Olá
Enric: Olá
Edu: Enric, você tem um momento?
Enric: Não agora, temos um compromisso
Edu: Seu avô disse-nos sobre o que aconteceu no outro dia.Desculpe-me. Agora você pode saber como alguém se sente
Enric: Não, não foi nada
Edu: Fazer como algo não importante não resolve. Você sabe com certeza você foi agredido porque você é gay
Enric: Edu, o que você quer?
Edu: Que você pare de ser um idiota, todos nós temos sofrido desde o início. Max não sabe que eu vim, ele não me contou, mas sei que ele também deve desculpas para você
Enric. Então, o quê?
Edu: Max vale a pena você não deve deixá-lo
Merce: O que aconteceu?
Maika: Ele gosta de você ou o quê? Ele é quente, mas Max é mais emocionante
Enric: Maika Cale a boca!
Maika: Então? O que ele disse?
Merce: Enric!
Enric: Nada. Meu avô fala muito.
Merce: Algo aconteceu com você no dia da festa, certo? Você não foi para tua casa porque estava cansado
Enric: Eles me deram uma surra
Maika: o que?
Enric: Eu não queria te dizer porque não quero que ninguém se preocupar comigo

Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

As mais lidas na semana

Romanos 1,18-32

Levítico 18,22. 20,13

Oito motivos para ter uma chuca portátil

Namoro Gay