Novela 7



Na pizzaria Pep e Enric estão esperando pelo irmão mais velho de Pep, e alguns amigos, quando vêem Edu beijando seu namorado. Posteriormente Edu é agredido por Pep.


Edu e seu namorado Sergi se beijam na rua quando Pep, seu irmão mais velho e Enric o insultam. Quando Sergi e seu irmão começam a insultar Edu (bicha, bicha, etc.), eles partem para agressão física. Enric, covarde, não diz uma palavra. Edu cai no chão e eles o chutam. Pep pede para Enric chutar Edu e, em seguida, Enric, covarde novamente, chuta-o.
MAX: Qual é? Você ontem à noite não extravasou completamente a sua raiva?
ENRIC: Não foi minha idéia.
MAX: Não, claro. Ela acabou por acontecer ocasionalmente é que você estava batendo até nas bichas. Ah não foi você foram os outros.
Remei: Ei, rapazes, aqui não quero brigas, ok?
MAX: Mas foi ele! Ele não te disse o que fez na noite passada?
ENRIC: Cale a boca, por favor!
MAX: Vai me bater! Mostre-me sua coragem se você tiver! Avô de ENRIC (Mr. Felip): Não toque nele!
MAX: O seu neto é um safado. Você não deveria defendê-lo. Diz-lhe quem é você e o que você fez!
ENRIC: Eu não fiz nada!
MAX: Vamos ver se você enfrentará as conseqüências com o tempo seu merda ...
TRINI: Vá em frente, saia, vá, sai ...

*****
ENRIC: Fomos com a turma do irmão de Pep. Eles são mais velhos do que nós.
Avô: E o que aconteceu?
ENRIC: Vimos um amigo de Max, Edu. Eu mal o conheço. Mas ele estava beijando um outro homem.
Avô: E o que aconteceu?
ENRIC: Quando ele estava sozinho, Pep, seu irmão e seus amigos começaram a chamá-lo de "maricas" e coisas desse tipo.
Avô: E você?
ENRIC: Eu também.
Avô: E posso saber o que você tem contra eles? (Enric permanece silencioso) Fala!
ENRIC: Nada.
Avô: E você os agride.
ENRIC: Nós só queríamos assustá-los um pouco.
Avô: Eu não sei onde você aprendeu a comportar-se desta forma, como um criminoso e um covarde.
ENRIC: eu não quero fazer isso, eu não quero fazer isso, mas eu fui com eles.
Avô: Isso não é desculpa! Eu não devia ter parado Max devia ter o deixado bater em seu rosto ... Peris! Um conhaque, por favor!
PERIS: Agora?
Avô: Sim! Este é o terceiro copo de conhaque que eu bebi. A primeira foi depois que sua avó pediu para casar comigo. A segunda, quando ela morreu. E o terceiro agora.
ENRIC: vô, eu não quero fazer isso. Não sei por que fiz isso.
Avô: Olha, você é meu neto e eu te amo. Você é a única pessoa na minha família que tenho confiança, e se eu perdê-la, não vale a pena continuar a viver.
ENRIC: Mas você às vezes faz coisas que estão incorretas. Como quando fingiu sua própria morte.
Avô: Não compare! Eu quero você vá ver aquele rapaz, Edu, e pedir-lhe o perdão.
ENRIC: Eu não posso fazer isso.
Avô: Se não, eu não vou te olhar na cara de novo. É isso que você quer?
ENRIC: Desculpe, vô.
Avô: Bem vamos lá, você sabe que tem que fazer.




MAX: Poço saber o que diabos você está fazendo aqui?
ENRIC: Quero falar com o Edu.
MAX: Mas que merda você ...
ENRIC: Sinto pelo outro dia.
MAX: Você é um filho da puta, Enric!
ENRIC: Max, é que eu não sei por que fiz, sou um idiota!
MAX: É o que não sei o que você faz andado com aquele tipo de pessoas! Enric, por que não começar de novo?
ENRIC: Eu não sei ...
MAX: Podemos estar bem, você e eu. Você ainda me ama. Muito.
ENRIC: Max, mas é que ... Ei, eu não sou gay!
Max: Enric, por favor!
ENRIC: Olha, para você, pois é muito fácil, mas eu não tenho nada claro.
MAX: E acha que andar espancando gays te ajudará?
ENRIC: Eu não sei!
MAX: Você não precisa ter medo. Eu posso estar com você e ajudá-lo. Trata-se de seus pais?
ENRIC: Não.
MAX. Por acaso os seus amigos?
ENRIC: Não.
MAX: Então, para quem, Enric? Você quer ajuda ou não? Diga-me, o que você quer fazer?
ENRIC: Max, é que eu não sou gay!
MAX: Bem, então não vem me perseguindo! Não quero saber de você!



Na escola, eles estão a planejando uma viagem a Londres. Enric não tem o dinheiro para pagar, e ele não queria perguntar ao avô, pois esse já havia dito algo de estar apertado, meio que sem dinheiro. Uma colega de escola, Sonia, empresta-lhe o dinheiro. Enric Então começa a flertar com ela a reconhecer o favor. Ou talvez, ele queira namorá-la, só para provar a si próprio não ser gay? Eles estão planejando transar à tarde.



Pep quer saber o que Enric e Sonia fizeram no dia anterior. Os detalhes completos. Sonia fez um boquete? Enric diz a Pep que ela não gosta deste jeito escroto.

Mais tarde no bar que estão falando sobre a viagem a Londres quando Pep pergunta a Sonia se ela deseja um pirulito. Ela aceita e Pep começa a fazer gestos malvados, e diz a ela que ele acreditava que ela não gosta disto. Então ela percebe que Enric disse tudo a Pep, e ela grita Enric: Você é um porco!

O avô os ouviu no bar e pergunta se Enric está namorando a menina. Enric responde que ela é apenas uma amiga, que ela fez-lhe um favor, e quando ela pediu em namoro, ele não se atreveu a dizer não, além de que, ela é uma garota simpática. Ela deu-lhe o dinheiro para a viagem.O avô é surpreendido. Então, você namora com ela só porque ela lhe deu o dinheiro?

Enric: Ela é uma garota simpática
Avô: Mas, você a ama?
Enric: Não.
Avô: Então não a engane não, e não se engane. Se você tem a alguém, que você ama, é com essa pessoa que você deve ficar verdadeiramente.

Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

As mais lidas na semana

Romanos 1,18-32

Levítico 18,22. 20,13

Juiz erra em decisão liminar: clínica psicológica não é laboratório de experiências científicas