Suicídio entre homossexuais

amor-7286

Uma pesquisa da Universidade de Otago na Escola de Medicina e Ciências da Saúde, na cidade de Christchurch na Nova Zelândia, sugere que homens gays jovens possuem um risco maior de desenvolverem problemas de saúde mental do que heterossexuais.

A pesquisa é realizada há dez anos e examina uma amostra de 100 cidadãos nascidos na cidade e na faixa etária jovem. Essa comparação indica que gays estão associados com grandes taxas de depressão, ansiedade, dependência química, tentativas e pensamentos suicidas. A relação de propensão a manifestar problemas de saúde mental é cinco vezes maior para homens homossexuais e duas vezes maior para as lésbicas comparando com as mulheres exclusivamente heterossexuais.

“Nossas descobertas suportam claramente a visão de que indivíduos jovens gays, lésbicas e de orientação bissexual estão com risco acrescido de desenvolverem problemas de saúde mental e comportamentos suicidas” disse o professor David Fergusson.

O que a pesquisa revelou não é novidade. Entre os adolescentes brasileiros a sexualidade é a segunda responsável pelo suicídio dos meninos, e a terceira para as meninas. Pesquisas anteriores revelaram que a taxa de estresse dos homossexuais é maior que a das outras pessoas, uma vez que o preconceito e a discriminação são ameaças constantes. E eu acrescento, vivendo em um país como o nosso, cheio de malandrinhos a cada esquina - e até em lugares sem esquinas como Brasília, fizeram sem para diminuir a concorrência - o estresse só aumenta.

Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

As mais lidas na semana

Levítico 18,22. 20,13

Oito motivos para ter uma chuca portátil

Namoro Gay