Pastor norte-americano, anti-gay, é preso por se masturbar em parque público

Rantin Ralph 3

Pastor anti-gay de New Orleans foi preso pela polícia quando se masturbava em um parque público junto a um parquinho infantil.

O fundamentalista cristão Grant Storms já era conhecido na cidade de New Orleans por andar de megafone em punho durante o festival LGBT anual da cidade a denunciar o "comportamento pecaminoso".

Agora foi detido quando duas mulheres apresentaram queixa na polícia depois de o verem o pastor a masturbar-se enquanto olhava para crianças num parque infantil.

O pastor alegou incialmente que estava lanchando dentro do carro e que aproveitou para urinar em uma garrafa em vez de ir ao banheiro público. Mais tarde admitiu às autoridades que se masturbava mesmo.

Em 2003, Storms fez um discurso na International Conference on Homo-Fascism em Milwaukee onde falava de homossexuais e usou expressões que indicavam tiros. Já em New Orleans, durante o festival Southern Decadence, o pastor Grant Storms e seus seguidores, percorriam as ruas do festival com cartazes e megafone na mão.

A situação foi de tal ordem que a cidade proibiu o uso de megafones de todo. Storms chegou a fazer gravações de vídeo durante o festival e apresentou as gravações a políticos afirmando: "Não há ganho económico que justifique uma orgia nas ruas. [o Southern Decadence] é uma orgia de três dias nas ruas".

Organizadores do festival, que este ano decorreu de 31 de Agosto a 5 de Setembro e que já tem quarenta anos de história, questionam agora qual a moral do pastor cristão para criticar qualquer tipo de sexualidade.


PortugalGay

Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

As mais lidas na semana

Romanos 1,18-32

Oito motivos para ter uma chuca portátil

Levítico 18,22. 20,13

Bluetooth para pegação gay

Namoro Gay