Preta Gil diz que lutará para que Bolsonaro não seja reeleito no RJ

Publicado no Jornal OTEMPO em 18/05/2011

preta

A cantora Preta Gil disse ontem - Dia Internacional de Luta contra a Homofobia -, em seminário sobre casamento civil entre homossexuais na Câmara dos Deputados, que "vai lutar" para que o deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) não seja reeleito no Rio de Janeiro. "O que ele quer é ibope, é aparecer às nossas custas", completou Preta Gil, que está no centro da polêmica envolvendo o político.

Bolsonaro não foi ao seminário e disse que só iria se fosse convidado e se "tivesse segurança". Ele provocou os colegas: "Quem é contra (o kit anti-homofobia) é homofóbico e quem está quieto está no armário. Se defender a família e as crianças é ser homofóbico, eu vou acabar usando uma camiseta nesse sentido. Se vou perder voto, estou me lixando".

Abaixo-assinado. O presidente da Associação Brasileira de Gays, Lésbicas, Bissexuais e Transgêneros, Toni Reis, disse que vai entregar à Câmara e ao Senado abaixo-assinado com cerca de 100 mil assinaturas em apoio ao projeto de lei que criminaliza os atos de homofobia. Prevista para a semana passada, a votação no Senado foi adiada por pressão da bancada evangélica.

Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

As mais lidas na semana

Levítico 18,22. 20,13

Oito motivos para ter uma chuca portátil

Namoro Gay