Preta Gil diz que lutará para que Bolsonaro não seja reeleito no RJ

Publicado no Jornal OTEMPO em 18/05/2011

preta

A cantora Preta Gil disse ontem - Dia Internacional de Luta contra a Homofobia -, em seminário sobre casamento civil entre homossexuais na Câmara dos Deputados, que "vai lutar" para que o deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) não seja reeleito no Rio de Janeiro. "O que ele quer é ibope, é aparecer às nossas custas", completou Preta Gil, que está no centro da polêmica envolvendo o político.

Bolsonaro não foi ao seminário e disse que só iria se fosse convidado e se "tivesse segurança". Ele provocou os colegas: "Quem é contra (o kit anti-homofobia) é homofóbico e quem está quieto está no armário. Se defender a família e as crianças é ser homofóbico, eu vou acabar usando uma camiseta nesse sentido. Se vou perder voto, estou me lixando".

Abaixo-assinado. O presidente da Associação Brasileira de Gays, Lésbicas, Bissexuais e Transgêneros, Toni Reis, disse que vai entregar à Câmara e ao Senado abaixo-assinado com cerca de 100 mil assinaturas em apoio ao projeto de lei que criminaliza os atos de homofobia. Prevista para a semana passada, a votação no Senado foi adiada por pressão da bancada evangélica.

Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

As mais lidas na semana

Romanos 1,18-32

Levítico 18,22. 20,13

Oito motivos para ter uma chuca portátil

Namoro Gay

Bluetooth para pegação gay