Suspeita de ator soropositivo paralisa indústria pornográfica de Los Angeles

Ex-ator pornô, Derrick Burts milita pelo uso obrigatório de preservativos nos filmes

Uma porta-voz da Free Speech Coalition, organização que representa a indústria pornográfica de Los Angeles, afirmou que a produção de filmes foi suspensa após um dos atores afirmar que fez um teste de HIV com resultado positivo.

Los Angeles é o maior centro de produção pornô dos EUA. A organização não divulgou nome ou sexo do artista que fez o exame, mas afirmou que vai submetê-lo a outros testes para confirmar o diagnóstico. Até que os exames sejam concluídos, todas as novas produções estão suspensas. Se o diagnóstico for confirmado, todas as pessoas que contracenaram com o artista infectado também vão ser examinadas.

A multibilionária indústria pornográfica americana submete mensalmente todos os seus atores a testes de HIV, mas não há regras que obriguem a utilização de camisinhas nos filmes. Em 2010, o ator Derrick Burts recebeu um diagnóstico positivo de HIV e passou a defender o uso de preservativos nos filmes. A causa foi adotada também pela Aids Healthcare Foundation, que pretende angariar 41 mil assinaturas para pedir um plebiscito sobre o uso obrigatório de preservativos nas produções.

Fonte: O Tempo

Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

As mais lidas na semana

Romanos 1,18-32

Levítico 18,22. 20,13

Oito motivos para ter uma chuca portátil