Agora é a vez do Renê Terra Nova defender Ana Paula Valadão



E parece que a estratégia do Márcio Valadão contra o Edir Macedão é o falso silêncio. Márcio, sem muitas dificuldades, parece que está convocando seus amigos pastores para defender ($$$$$$) gratuitamente, e $olidariamente a Ana Paula. Primeiro foi o Malafaia, o homem da limusine de 5 mil diárias, avião bagatela de 12 milhões de dólares,  que, mui gênero$amente, movido pela confraternização, empatia e liberalidade, saiu em defe$a de$intere$$ada da cantora de Lagoinha. Agora, o Renê Terra Nova, aquele que em surto psicótico se autodenomina apostolo, também re$olveu se pronunciar, $abe-$e lá os mostivo$$$, mas ele se fez notar em uma mensagem para Ana (Nossa Senhora dos Evangélicos), em seu microblog (como retratarei o conteúdo na integra, escrito pelo próprio psicótico “apostolo”, peço a vocês que fiquem bem calmos, pois o homicídio ao português do “apostolo” é violento, tudo indica que ele é pastor e não conhece muito bem de regras gramaticais da língua portuguesa, e nem de ortografia, mas é neopentecostal, aí, fazer o quê?):

"Ana Paula Fico com o discernimento do Faustão que disse: Tem verdade nos seus olhos. É melhor um líder comum com discernimento, do que um líder "diferente" sem temor. Você pode cair na unção e ser tomada por Deus todas as vezes que o Eterno quiser lhe usar, e você ser veículo de bênção para essa nação. Você no pode é cair no descrédito, na moral e ética. Mas na unção tem todo meu respeito. Sua voz apascenta, cura e liberta mais do que muitas palavras persuasivas e sem testemunho de vida com Deus! Conheço sua casa, e sua família tem testemunho aprovado, e o que faz trás vidas para o Eterno. Lamento esse constrangimento, conte comigo". (SIC).

Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

As mais lidas na semana

Oito motivos para ter uma chuca portátil

Levítico 18,22. 20,13

Romanos 1,18-32