VEJA O QUE ROLA POR AQUI!

Nossos destaques:

VEJA O QUE ROLA POR AQUI! VEJA O QUE ROLA POR AQUI!

O amor cristão nos EUA expulsa jovens de casa por serem gays

Cacciati dai genitori migliaia di gay diventano homeless

O amor cristão nos EUA expulsa jovens de casa por serem gays O amor cristão nos EUA expulsa jovens de casa por serem gays

Ser um homem feminino

Salve, salve a alegria, A pureza e a fantasia […]

Ser um homem feminino Ser um homem feminino

DAR A BUNDA

Se dar a bunda... Já era!

Se dar a bunda...Já era! Se dar a bunda...Já era!

Ainda falando sobre promiscuidade

Ainda falando sobre promiscuidade Ainda falando sobre promiscuidade

A culpa é da promiscuidade: um erro conceitual

os gays são promíscuos e quem não ?

 A culpa é da promiscuidade: um erro conceitual
 A culpa é da promiscuidade: um erro conceitual

Carpe Anum // Carpe Culum

Carpe o quê?

Carpe Anum // Carpe Culum Carpe Anum // Carpe Culum

Sessão Pipoca: The Trip

FILME

Sessão Pipoca: The Trip Sessão Pipoca: The Trip

Justiça de BH autoriza casamento homossexual

Carlos Eduardo e Jorge irão formalizar união em abril próximo...

Justiça de BH autoriza casamento homossexual Justiça de BH autoriza casamento homossexual

A culpa é dos gays?

Site atribui responsabilidade aos gays por mulheres estarem solteiras em Campo Grande...

A culpa é dos gays? A culpa é dos gays?

Querem desprestigiar os gays!

O Vaticano lançou uma crítica sobre a matéria publicada nos meios de comunicação...

Querem desprestigiar os gays! Querem desprestigiar os gays!

Uma defesa para Silas Malafáia.

mas não há outra coisa a se fazer aqui, nesse momento, depois de ler em alguns blogs evangélicos

Uma defesa para Silas Malafáia. Uma defesa para Silas Malafáia.

Sessão Pipoca: Mambo Italiano

FILME

Sessão Pipoca: Mambo Italiano Sessão Pipoca: Mambo Italiano

Banho Turco/ Hamam -- Il Bagno Turco- Sessão Pipoca

Esse filme eu descobri por conta do meu professor de italiano, que constantemente...

Banho Turco/ Hamam -- Il Bagno Turco- Sessão Pipoca Banho Turco/ Hamam -- Il Bagno Turco- Sessão Pipoca

Deus ama ao que dá com alegria (II Co 9,7)

segunda-feira, setembro 19, 2011

Manual Básico de Etykettah no Cinemão

Tenho cer-te-za de que a senhora já viu acontecer: na boate da moda que oferece o darkroom (ou blackroom, para as falantes de English), fica aquele monte de bees carudas. Sabe como elas são, né? Aqueeelas que ficam com a sobrancelha arqueada, fazendo biquinho nos beiços e cara de que comeram azedo, avaliando as roupas e as curvas de tooodas que cruzam seu caminho.

Dá 3h da manhã e, cansadas de fazerem as egípcias e não descolarem nenhuma neca de carne (literalmente), elas se jogam no dark como se não houvesse amanhã – e lá, na negritude e no suor, tanto faz pegar o gordinho que rejeitaram, desde que tenha o bumbum guloso e/ou a neca odara.

Pois bem. O que a senhora não sabe, e a mama vai contar, é que essas meninas também costumam frequentar lugares, digamos, mais selvá-gens. Os cinemões, por exemplo.

Vamos parar de fazer as teresas: cinemões são deliciosas terras de ninguém. É um dos espaços em que homens héteros, homens que se dizem héteros, homens bis e gays assumidas convivem em excelente harmonia. Democráticos, eles são escuros, são sujos, são malconservados e são malcheirosos – e o que passa na tela é definitivamente desimportante –, mas oferecem aquilo de que mais gostamos: necas e rabinhos mal-iluminados.

O problema é que a mama fica beeege em ver como não tem bee que sabe se comportar ali? Então, gata, surgiu a ideia de ensinar etykettah básica de pootaria para as meninas esnobes evitarem os sete pecados da tela gozada. Afinal, poota a gente até pode ser – mas sempre phyna!

1. Goza na frente, mete atrás: tá boa que a senhora se esqueceu das aulas do culégio e nem se lembra mais do que é topografia? Estude para o vestibular no cinemón, bee... É assim: cinemão tem geografia própria. Quando o ocó senta lá na frente e no meio das fileiras, é batata: ele só quer bater uma com os “oh, yes” e ir pra casa. Quanto mais pro canto e mais pro fundo, melhor a chance de a senhora caçar ou ser caçada. Na última fileira e na entrada, então, nada de se perder, ou a senhora vira piranha e vai ser pescada por varas rsrs. Sim, eu sei que a senhora agora tá coçando por isso, mas preste atenção para não pagar mico. Claro que tem gente que senta na frente e nem sabe disso – mas seja phyna, saiba que pertinho das rachas do filme, suas chances são menores e não fique insistindo demais, se não leva doce – e não é pirulito...

2. Atleta, cantora, modelo e atriz: tem uma coisa que muita bee faz errada, e a mama mesma viu: elas vão com muita sede ao pote, gata, com a boca aberta e tudo. Vamos pensar assim. Tradicionalmente, as ativas sacam a arma pra fora. Não vou mentir: quanto maior a arma, mais longe o tiro vai e mais passivas aparecem caidinhas. Bom, essas fazem as vezes de atleta e modelo e ficam desfilando ao redor da fileiras ao mesmo tempo fazendo cooper pra perder peso. Aí algumas ficam sedentas e, mesmo quando o bofe faz cara de paisagem, chegam junto e já pegam no dito-cujo. É péssimo. Exercite seu lado atriz, porque no cinemón o que vale é comunicação não-verbal. Tá caçando o bofe? Espere alguma reação positiva do moço e se aproxime se autorizada – e tente ter certeza de que ele tá na sua. Às vezes, ele tá de olho na sua amiga, e a senhora tá roubando a cena. Tá na sua? Use seu lado cantora e engula o microfone rsrsrs

3. Amigas, amigas, necas à parte: gentem, quando é que as bees vão perceber que nós somos todas panteras, e não hienas? A gente não caça em grupo, não, meu bem. O lance é pegar a carne no escuro e so-zi-nha. Foi com a amiga? Cada uma trate de agarrar o seu. É claro que isso não impede um sorrisinho num encontro entre felinas ou um chá da tarde no living room – a entrada do cinemón –, mas, não pense que, na hora H, desfilar em duas ou três ajuda. Temos de ser justas. No cinemón, boa parte dos homens deixou a mulher em casa. Não será a senhora que vai trazer uma outra a tiracolo, né?

4. Miss Simpatia: beeeem, como a mama já disse, cinemão é democracia. A senhora vai ver de tudo: rapazes de terno de gravata, pedreiros, idosos, cachaceiros, alguns drogaditos, moradores de rua, senhores de respeito da classe média, office-boys atrás de um joystick diferente daquele do fliperama. É claaaaro que a senhora não precisa e nem deve gostar de todos, mas tome tento, gata: olhe onde você está. Caso seja abordada por algum de seu desgosto – algumas ativas em pé pegam nas mãos das passivas e levam para onde a senhora está pensando –, não precisa dar uma de lavadeira e dar escândalo. Faça fluir seu lado miss. Sorria, dê uma desculpa e um tchauzinho, e isso vale também para as ativas, a quem basta guardar o brinquedo ou retirar com delicadeza a mão boba. Outro dia, fui num cinemão e tinha uma bee nervosa que galopava pra lá e pra cá e, ao se deparar com um mais velho e cheirando a cerveja, já gritou “Sai pra lá, inferno!” e saiu balançando os bracinhos. Não preciso dizer que eu fui embora depois de um... Certo número... De caças bem-sucedidas... E a vi seca e com fome no trottoir até a hora de ir embora. Sejamos sinceras? Quer dar close e carão, paga uma sauna VIP, né? Se a senhora tá no cinemão, a mensagem é bem clara: a senhora não é muito melhor do que qualquer um ali.

5. Equipada e guerreira: não preciso dizer que a senhora deve levar seus insumos, né? Lembra do Kit Passivo (http://gospelgay.blogspot.com/2011/08/o-que-levar-no-seu-kit-passivo.html)? Faça a chuca previamente e adote uma versão mignon dele – pequenininho, mas tem tudo que você precisa: gelzinho (prefira os de sachê), camisinha, um enxaguante bucal miudinho e um pedaço de papel higiênico são suficientes e garantem o sexo seguro, mesmo que seja só o oral – e muito cinemón até já vende camisinhas a preços módicos. Quer ser ainda mais phyna: porte uma sacolinha. Cabe na sua nécessaire e fica mais phyno descartar as coisas lá e depois se livrar delas no banheiro que simplesmente jogar no chão como a maioria faz. É ativa? Não pense que o pau basta, meu bem. Leve seus insumos também, pelo menos gel, camisinha e papel, pra não ficar na mão, literalmente, hehehe – e nada de esfregar a mão gozada na cadeira que é uó...

6. Com os profissionais, seja profissional: tem cinemón que tem garoto e travesti de programa. Aja com eles profissionalmente também. As travestis costumam ser mais diretas e reconhecíveis. “Quer gozar?”. “Não, obrigada”. Ou, sim, se a senhora gostar. Trate as meninas sempre no feminino. Não é porque a senhora não pôs silicone que é pra dar uma de despeitada. Os garotos costumam usar o esquema armadilha: sacam a neca enooooorme e ficam lá horas se masturbando (aliás, fica a dica da mama: bofescândalo + necona + maratona de punheta + nenhuma bee grudada = garoto de programa). Normalmente, dão o preço na abordagem. Seja rápida e direta com elas e com eles. Quer? Acerte o preço, pague o combinado e faça o que tem de fazer. Não quer? Deixe-os trabalhar, e não preciso dizer que, se a senhora for uma habitué do cinemón, pegar informação também é sempre boa pedida. Acredite: sempre tem uma amiga que já provou do pão e pode dizer que gosto tem.

7. O show não deve parar: cê jura que em pleno cinemão, a senhora quer fazer a tímida e não quer exibir a carne dura que caçou? Larga a mão de ser chata, gata. A senhora é poderosa! Exiba o troféu. De novo, apelamos pra sinceridade. Se a senhora quer privacidade, paga um motel... Assim, nada de ficar estalando a língua para os gaviões e as gavioas que se acumulam em volta da sua pegação para assistir ao espetáculo. Acredite ou não, o povo voyeur geralmente sabe respeitar o limite e não passa dele se não for convidado. Aproveite a plateia e mande ver na sua melhor performance. No máximo, se desejar, leve o bofe ao banheiro (mas mama avisa: muitas vezes, malcheiroso...) – e, mesmo assim, não é garantido que o povo não banque as Três Espiãs Demais. Olha que já vi bee perdendo um tempo precioso com isso. Outro dia, uma sirigaita catou um bofe e mama e outras voyeurs foram assistir. Ela ficou olhando a gente com cara feia. Mama não saiu do lugar e, em vez de ela se aproveitar de todo aquele corpo enquanto tentava me espantar, o bofe acabou ficando molinho e ninguém gozou, olha que tristeza... Tsc... Tsc...
É isso. Na próxima vez, aja phynamente no cinemão, e a senhora será benquista e bem-comida!
Imagem: Reprodução/© A Capa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

1-Este blog aceita comentários que sejam específicos, ou em diálogo com as postagens correspondentes, conteúdo fora do contexto da mensagem correspondente poderá não ser publicado.

2- São vedados comentários com conteúdo de pregação ou proselitismos de doutrinas específicas de igrejas cristãs, ou qualquer outra religião,salvo quando estes se referirem à crítica de uma postagem principal em concordância ou discordância da mesma, devidamente fundamentados.

3-Conforme art. 5º, IV da Constituição da República Federativa do Brasil de 1988 é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato.

4-Todo conteúdo dos comentários será avaliado, sendo reservado o direito de não serem publicados, os comentários, caso seus fundamentos sejam ofensivos ou desrespeitem o direito dos homossexuais.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...