Filhos de pais homossexuais são mais felizes, aponta pesquisa



Um estudo realizado na Universidade da Virgínia (EUA) indica que as crianças são igualmente felizes ou possuem maior harmonia no lar quando têm pais do mesmo sexo. A pesquisadora Charlotte Patterson pesquisou filhos com dois pais, duas mães e pais de sexo diferentes e concluiu que não há qualquer relação entre a felicidade da criança e a sexualidade dos pais. A pesquisa avaliou 104 famílias ao todo e encontrou alguns comentários positivos em filhos de casais do mesmo sexo.

“Os casais formados por pessoas do mesmo sexo parecem partilhar a educação dos filhos de forma mais igualitária, em comparação com os heterossexuais”, apontou a pesquisa publicada no ano passado. “Ambos provavelmente trabalham e envolvem-se de forma equilibrada”, afirmou Charlotte que acredita que isso se deva ao fato de não haver o estereótipo de que educação é responsabilidade da mãe e o sustento como obrigação paterna. Essa harmonia na divisão das tarefas cria menos ansiedade na crianças.

A pesquisadora apresentará sua pesquisa esta semana na Conferência Internacional sobre Parentalidade Lésbica, Gay, Bissexual ou Transgênero, em Lisboa, em Portugal. “As crianças com pais sue são felizes parecem estar bem. Os casais infelizes nas suas relações transportam para as crianças esse sentimento. O fato dos pais se darem bem e o grau de satisfação com o relacionamento são, isso sim, questões com efeitos nas crianças”, resume a pesquisadora que entende que a pesquisa deve ser aprofundada, já que a idade média das crianças pesquisadas foi entre 3 e 4 anos de idade.



Fonte: Revista Lado A

Comentários

  1. E por acaso a tal pesquisadora é a senhora sabe-tudo, claro, já que sua pesquisa vai de encontro as expectativas do blog. Falasse ela o contrário seria taxada de homofóbica e de tentar prejudicar os casais gays que querem adotar uma criança. O fato é que casais gays que adotam filhos são via de regras pessoas muito bem esclarecidas, que fogem do padrão comum. É um grande passo, diferente de simples transar e ter um filho, por isso tendem a ser mais cuidadosos na criação. resta saber se toda essa felicidade na infância vai se reverter numa vida adulta saudável e produtiva.

    ResponderExcluir
  2. A menos que eu esteja enganado, é mais corrente que uma infância feliz e bem-cuidada produza adultos saudáveis e produtivos do que uma infância de maus tratos e preconceito. Pais gays não rejeitam seus filhos por serem gays ou héteros, mas é frequente que pais héteros tornem a vida de seus filhos gays lastimável.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

1-Este blog aceita comentários que sejam específicos, ou em diálogo com as postagens correspondentes, conteúdo fora do contexto da mensagem correspondente poderá não ser publicado.

2- São vedados comentários com conteúdo de pregação ou proselitismos de doutrinas específicas de igrejas cristãs, ou qualquer outra religião,salvo quando estes se referirem à crítica de uma postagem principal em concordância ou discordância da mesma, devidamente fundamentados.

3-Conforme art. 5º, IV da Constituição da República Federativa do Brasil de 1988 é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato.

4-Todo conteúdo dos comentários será avaliado, sendo reservado o direito de não serem publicados, os comentários, caso seus fundamentos sejam ofensivos ou desrespeitem o direito dos homossexuais.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

As mais lidas na semana

Oito motivos para ter uma chuca portátil

Levítico 18,22. 20,13

Romanos 1,18-32