São Gonçalo: Prefeita evangélica derruba centro de Umbanda e polemiza

Quando eles, os evangélicos, estão no poder, bares são fechados, templos de religiões que não comungam da simpatia da fé evangélica são dizimados, mas tudo isso, dizem, é para a gloria de Deus!



O jornal Extra de quinta-feira, dia 06 de outubro,  publicou que a Prefeita Aparecida Panisset, evangélica, assinou um decreto desapropriando um terreno onde funciona um centro espírita umbandista, há 40 anos, na cidade de São Gonçalo-RJ.

Em nota, a Prefeitura diz que “cabe esclarecer que não se trata da demolição de um centro espírita, mas, sim, da desapropriação de uma área total de 21 mil metros quadrados(…). A desapropriação faz parte de um projeto para a construção de uma Vila Olímpica com recursos federais.(…)”.


O terreno do Centro Espírita Umbandista Caboclo Pena de Ouro tem 23 mil metros quadrados e cerca de 60% do local pertence à Mata Atlântica, com espécies nativas preservadas.


Cristiano de Oxalá, pai de Santo do Centro Espírita reclamou que funcionários da prefeitura entraram no terreno e começaram as obras mas, que nunca houve diálogo com ele sobre o assunto. “Tentamos negociar para que deixem pelo menos o espaço onde são realizados os trabalhos espirituais. Estamos lutando há um ano. Já fecharam a entrada da propriedade com tapumes, invadiram o terreno para passar manilhas. Agora, as obras estão paradas porque a verba para a vila olímpica foi bloqueada pelo Ministério dos Esportes, ”afirma o pai de santo.


A Comissão de Combate à Intolerância Religiosa (CCIR) organizou  em frente à prefeitura de São Gonçalo, um protesto contra a demolição do terreno.


A prefeita Aparecida Panisset ainda não deu nenhum esclarecimento sobre o caso.

Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

As mais lidas na semana

Romanos 1,18-32

Levítico 18,22. 20,13

Juiz erra em decisão liminar: clínica psicológica não é laboratório de experiências científicas