VEJA O QUE ROLA POR AQUI!

Nossos destaques:

VEJA O QUE ROLA POR AQUI! VEJA O QUE ROLA POR AQUI!

O amor cristão nos EUA expulsa jovens de casa por serem gays

Cacciati dai genitori migliaia di gay diventano homeless

O amor cristão nos EUA expulsa jovens de casa por serem gays O amor cristão nos EUA expulsa jovens de casa por serem gays

Ser um homem feminino

Salve, salve a alegria, A pureza e a fantasia […]

Ser um homem feminino Ser um homem feminino

DAR A BUNDA

Se dar a bunda... Já era!

Se dar a bunda...Já era! Se dar a bunda...Já era!

Ainda falando sobre promiscuidade

Ainda falando sobre promiscuidade Ainda falando sobre promiscuidade

A culpa é da promiscuidade: um erro conceitual

os gays são promíscuos e quem não ?

 A culpa é da promiscuidade: um erro conceitual
 A culpa é da promiscuidade: um erro conceitual

Carpe Anum // Carpe Culum

Carpe o quê?

Carpe Anum // Carpe Culum Carpe Anum // Carpe Culum

Sessão Pipoca: The Trip

FILME

Sessão Pipoca: The Trip Sessão Pipoca: The Trip

Justiça de BH autoriza casamento homossexual

Carlos Eduardo e Jorge irão formalizar união em abril próximo...

Justiça de BH autoriza casamento homossexual Justiça de BH autoriza casamento homossexual

A culpa é dos gays?

Site atribui responsabilidade aos gays por mulheres estarem solteiras em Campo Grande...

A culpa é dos gays? A culpa é dos gays?

Querem desprestigiar os gays!

O Vaticano lançou uma crítica sobre a matéria publicada nos meios de comunicação...

Querem desprestigiar os gays! Querem desprestigiar os gays!

Uma defesa para Silas Malafáia.

mas não há outra coisa a se fazer aqui, nesse momento, depois de ler em alguns blogs evangélicos

Uma defesa para Silas Malafáia. Uma defesa para Silas Malafáia.

Sessão Pipoca: Mambo Italiano

FILME

Sessão Pipoca: Mambo Italiano Sessão Pipoca: Mambo Italiano

Banho Turco/ Hamam -- Il Bagno Turco- Sessão Pipoca

Esse filme eu descobri por conta do meu professor de italiano, que constantemente...

Banho Turco/ Hamam -- Il Bagno Turco- Sessão Pipoca Banho Turco/ Hamam -- Il Bagno Turco- Sessão Pipoca

Deus ama ao que dá com alegria (II Co 9,7)

sábado, novembro 29, 2008

Com todo meu carinho ao João Marinho

Hoje dia 29 de novembro, por volta das 03hs da madrugada, acessei este blog e percebi que ele estava todo modificado. Fiquei assustado, uma vez que tinha brigado com meu namorado (discussões bobinhas, coisas de casal), e pensei que ele, no animus de me provocar, tivevesse operado as modificações. Bem, troquei a minha senha, pelo fato dele ter acesso a ela (mas agora já voltou tudo como antes!rsr), e de 'cabeça quente', caso não fosse ele que estivesse modificando o blog, bloqueei o acesso de todos!

Hoje, quando cheguei e tomei conhecimento de que era o João Marinho, que estava modificando, pensei que não poderia ter feito isso com ele (se bem que não era com ele propriamente a minha raiva). Então escolhi essa nova imagem e, com todo meu carinho, dedico-a para você João.

Em nome da nossa amizade, e de todo apreço que tenho por você. Aproveito a ocasião para te pedir desculpas também.

Gosto muito de você, e de ter sua companhia por perto (mesmo que seja virtual rsrs).

Mil beijinhos,

deste que é seu fã,

Renato

sexta-feira, novembro 28, 2008

Demônios, exorcismos e curas

Não gosto de me furtar a nenhum questionamento, entretanto, tenho que ser bastante moderado com determinadas perguntas, pelo fato delas não serem comuns em determinados meios evangélicos, e serem exploradas, sem medidas, em outros.

Portanto, vislumbrando à sobriedade, à lucidez, posso pensar na pergunta do Alex no mural de recados:
"Tenho algumas duvidas: Como pode ser homossexual e cristão ao mesmo tempo? Tem alguma referência bíblica? Os Gays cristãos têm autoridade de expulsar demônios , colocar a mão sobre o enfermo? Alguém do site tem alguma experiência com isso?".
A questão dos demônios nunca foi um tema fácil para a Igreja, pelo fato, da mesma, surgir em um período em que a escatologia judaica estava fervilhando. Desta forma, o Evangelho de João vai abordar a temática da luta entre o bem e mal na, chamada, ou conhecida, teologia das horas: "... Eis que vem a hora e ela já chegou..."Também, o próprio apocalipse de João trabalhará a temática do bem e mal na luta pelo controle cósmico das coisas.

Não se restringindo a isso, os Evangelhos sinóticos tratam de temas que falam de possessões demoníacas, e algumas cartas apostólicas trabalham a luta do bem contra o mal que já se faz presente: os aions, ou o séculos, que tem nesse mundo um príncipe que é contra Deus. Entretanto, esse pensamento já é herdado do Zoroastrismo (que se funda nos princípios de Maniqueu, ou no dualismo).

Já no terceiro século da Era cristã, com o maniqueísmo bem difundido, o universo é entendido como dominado por dois princípios antagônicos e irredutíveis: Deus ou o bem absoluto, e o mal absoluto, ou o Diabo. Dentro da perspectiva religiosa, no presente, observamos, pensamentos Maniqueístas que permearam algumas das religiões monoteístas ocidentais, aceitas pela maioria da população mundial. Em algumas delas toda uma categoria de coisas pode ser atribuída ao Mal, no caso as hostes de Satanás. Assim se procedeu na Idade Média, e na mística cristã, que importa do maniqueísmo a leitura hermenêutica corrente para se pensar a questão que foge à compreensão do Belo e/ ou do Bom.

Assim, Alex, se os gays cristãos têm autoridade para expulsar demônios, isso dependerá de onde você tem tirado o conceito de demônio, pois a Bíblia pode até falar, mas como se interpreta historicamente a evolução deste pensamento é que regerá como batutas mestras desta crença inquietante. Assim vale para a autoridade espiritual sobre o enfermo (sobre o mal que causa a enfermidade), veja como o pensamento é dual, como a razão está dividida!

Enfim, nem todos crêem assim, e isso não é pelo fato de se ser homossexual. Se você se dirigir a Convenção Batista do Brasil, eles te responderão que não crêem nessas coisas, pelo princípio de não terem uma leitura hermenêutica ligada ao maniqueísmo zoroástrico, de igual forma a Igreja Presbiteriana do Brasil, ou a Igreja de Confissão Evangélica Luterana (IECLB).

Entretanto, é capaz de você conhecer entre os cristãos gays, igrejas que fazem exorcismos, e ungem os enfermos com imposições de mãos, e verá que pessoas se "curam" ou se livram de seus tormentos, pelo menos algumas delas, nessas igrejas para gays e que assim procedem...

Sobre ser gay e cristão sugiro que você procure no blog duas postagens: Romanos 1,18-32 e I Co 6, 9-11, tenho certeza que lhe serão bem esclarecedoras.

Na graça e na paz

Renato

Gal Costa barra Marina Lima em seu prédio depois de revelação sobre sexo entre as duas

Gal Costa não quer mais saber da (ex) amiga Marina Lima. De acordo com o jornal O Dia, a cantora baiana impediu a entrada de Marina em seu prédio, em Salvador (BA), na última terça-feira (25).

Em passagem pela cidade, Marina resolveu fazer uma visita a Gal, mas, na portaria do prédio, ouviu que não seria recebida. Ainda segundo a coluna, a cantora pretendia conversar sobre sua polêmica entrevista à revista Joyce Pascowitch.

Na publicação, Marina revelou que sua primeira relação sexual com uma mulher foi aos 17 anos, com Gal Costa. Ela ainda afirmou ter ficado surpresa ao saber que a baiana se relacionava com pessoas do mesmo sexo.

"Transei com algumas cantoras, mas, sem dúvida, a Gal Costa foi a mais importante", contou Marina.


Fonte: IG

Selo da diversidade


O Governo do Estado de São Paulo lançou no último dia 17 de novembro o 'Selo Paulista da Diversidade'. A medida tem como objetivo promover a inclusão e a igualdade de oportunidades e tratamento aos membros de grupos discriminados pela sociedade.

Criado pela Secretaria de Relações Institucionais do Estado de São Paulo e
da Fundação do Desenvolvimento
Administrativo, o ‘Selo Paulista da Diversidade’ será usado por todas as empresas que comprovarem ser 'gay-friendly' de acordo com os critérios pré-estabelecidos pelo Governo do Estado e seu Comitê Gestor, que terá a participação de cidadãos.


Fonte: Acapa



Secretaria do Trabalho lançará o Selo da Diversidade da Cidade de São Paulo

07/06/2006 - Trabalho

Criar e conceder um selo para empresas e instituições públicas e/ou privadas que tenham implementado ações afirmativas para inserir profissionais no mercado de trabalho levando-se em consideração quesitos como gênero e raça. Dispostos a agilizar o projeto, integrantes da Comissão Intersecretarial de Monitoramento e Gestão da Diversidade (CIM-Diversidade)e do Instituto Ethos, representado por Caio Magri, do Instituto Paradigma, Rosangela H. Pizoti e do Sindicato dos Comerciários de São Paulo, Cleonice Caetano Souza estiveram reunidos na Secretaria Municipal do Trabalho.

Para Caio Magri, o poder público é a vertente que propicia políticas, estabelece critérios, concede incentivos que possam assegurar uma conjuntura para, por exemplo, não adquirir produtos e serviços de empresas que não tenham comprometimento com a questão da discriminação de gênero e raça, afirmou Caio Magri. "E 40% do PIB, passa pelo que é comprado no poder público", afirma.

Já sob a ótica dos trabalhadores, Cleonice Caetano Souza, afirma que a diretoria do Sindicato dos Comerciários de São Paulo não senta em mesa para negociar com os patrões se eles não estiverem com a lição de casa em dia. Vale lembrar que a entidade foi a pioneira em colocar ações afirmativas nos contratos coletivos de trabalho.

O lançamento do Selo da Diversidade da Cidade de São Paulo é uma das propostas que surgiu no Seminário de Treinamento do GRPE (Programa de Fortalecimento Institucional para a Igualdade de Gênero e Raça, Erradicação da Pobreza e Geração de Emprego), que foi realizado pela CIM-Diversidade em abril deste ano no Auditório da Fatec, na Capital.

Durante o encontro, ficou acertado uma nova reunião em julho para atrair representantes de entidades dos trabalhadores, dos empresários, de movimentos sociais e de organizações da sociedade civil.

O Instituto Ethos irá analisar internamente a demanda pela criação do selo e formulará uma minuta com informações básicas para a elaboração do projeto. Já o Sindicato dos Comerciários ajudará a convocar as entidades e centrais sindicais. A Comissão Intersecretarial de Gestão da Diversidade organizará o encontro para o dia 13 de julho de 2006.

"O secretário Gilmar Viana entregará ao Prefeito Gilberto Kassab o Plano de Trabalho que foi definido durante o seminário do GRPE", disse Dojival Vieira dos Santos, coordenador da Comissão.

Cronologia do GRPE:

A Secretaria Municipal do Trabalho (SMtrab), formalizou com o Governo Federal - por intermédio da Secretaria de Políticas para a Promoção da Igualdade Racial (SEPPIR) - e com a Organização Internacional do Trabalho (OIT), em 28 de abril de 2004, Protocolo de Intenções para a implantação do Programa de Fortalecimento Institucional para a Igualdade de Gênero e Raça, a Erradicação da Pobreza e a Geração de Emprego - GRPE no Município de São Paulo.

A Comissão Intersecretarial de Monitoramento da Diversidade (CIM-Diversidade), responsável por implementar o GRPE na Prefeitura Municipal de São Paulo foi criada em dezembro de 2005 pela portaria nº 020/2005, com o objetivo de implantar políticas públicas voltadas para a geração de empregos, capacitação de recursos humanos e combate à discriminação na cidade de São Paulo. É formada por um titular e um suplente das secretarias, subprefeituras, autarquias, empresas públicas e de economia mista municipais.

Em março deste ano, a Secretaria lançou a Cartilha Trabalhando a Diversidade na Cidade de São Paulo.

Nos dias 10 e 11 de abril deste ano foi realizada a Oficina de Treinamento do GRPE para treinar os gestores públicos que compõem a CIM-Diversidade. O objetivo é sensibilizar os gestores a implementar o Programa no serviço público municipal.

Fonte: Prefeitura de SP




quinta-feira, novembro 27, 2008

Agradecimento a Mara*

Quando mudei o template do Gospel ele ficou legal, o novo visual, mas ofereceu um probleminha.

A Mara* do blog Fazendo Estrelas verificou nosso código, e solucionou-o, tornando o visual do blog bem mais agradável

Por isso nosso mais profundo agradecimento a você Mara*,que mora dentro do nosso coração.

Vaticano e o calendário cheio de DESEJOS

Interessante determinadas posturas do Vaticano; posturas de leituras sugestivas, subliminares, silenciosas. Só não se pode afirmar o que elas são! Afinal, o papa veste Prada, mas se for dito, alegam que é futilidade da pós-modernidade.

Assim segue o novo calendário do Vaticano, cheio de santos piedosos, rezando e meditando nas igrejas, segue as fotos dos mais piedosos e despretensiosos cristãos e sua missão no mundo:



quarta-feira, novembro 26, 2008

O que é a Bíblia?

Um tema complicado, pelo desgaste de razões e argumentos, uns não tão lúcidos, outros demasiados técnicos e, outros ainda, sem a menor noção; seja dos mais radicais fervorosos, ou dos mais céticos e descrentes.

Marco Paulo lendo este blog nos deixou uma pergunta: "Para eu poder entender; quer dizer que a Bíblia é algo que já está obsoleta e incompleta? Esta é a visão de vocês? Respondam-me, por favor."

Certamente, esta é uma questão de ordem prática. É o que rola nos círculos religiosos, contra aqueles que optaram por assumir sua sexualidade de forma autêntica. São taxados de LIBERAIS. Um tabu que a igreja evangélica no Brasil importou dos puritanos norte-americanos e ingleses; tabu esse, que movimentou a Europa e os EUA na chamada 'era dos avivamentos', uma reação contra a escolástica protestante e a filosofia iluminista, bem como uma reação contra o romantismo alemão. Praticamente 3 séculos de debates acalorados sobre o tema, e os 'renovados' e pentecostais ainda vivem à sombra da teologia liberal.

Obviamente, que a teologia liberal não é liberal por dizer: "isso tudo é mentira façam o que quiserem, ajam como lhes convir, carpe diem!" Quem pensa assim comete um erro crasso conceitual. A teologia liberal é ÉTICA e séria quanto à observância da mesma. E certamente, que muitos cristãos hoje não seriam bem-vindos em igrejas que adotam essa postura, pois elas primam por um comportamento digno de um cristão, e não isso que rola por aí, na chamada igreja renovada, neopentecostal.

A vertente do nosso debate, do PROTESTO Gospel LGBT, não passa pela conceituação das Escrituras como sendo a Palavra de Deus, contendo a Palavra de Deus, ou sendo mero livro histórico- epopéico de um povo antigo. Nossa questão superou este debate. Vários são os posicionamentos no nosso meio, bem como são vários os posicionamentos sobre o mesmo em qualquer círculo do cristianismo.

Entretanto se a Bíblia é a palavra de Deus não muda o fato dela não condenar a homossexualidade como querem os fundamentalistas, se ela contém a palavra de Deus, não muda o fato dela não condenar a homossexualidade, ou se ela é um mero livro de histórias e mitos de um povo, não muda o fato dela não condenar a homossexualidade!

A questão é de interpretação das Escrituras. Ou seja, como se chega a ela, ou o que se quer dela! Pois, certamente, se nos debruçarmos em cima de uma passagem em que diz que aqueles que têm defeitos físicos devem permanecer longe do altar do Senhor (Levítico 21,16-20), não daremos a literalidade dessa passagem tal valor exposto. Até mesmo porquê, o simples fato de se usar óculos deixaria o cidadão longe do altar sagrado. Mas, mexem daqui, arrumam, e, de repente, o texto perde a literalidade formal, transformando-se, apenas, em literalidade material, ou seja, era uma lei válida para aquela época, uma lei cerimonial, que imponha formalidades para o funcionamento da sociedade, mas válida só para época, pois Jesus desautorizou no Novo Testamento tais formalidades. O que importa são os adoradores que o adoram em Espírito e em verdade.

Entretanto, quando o tema é a homossexualidade, todo o aspecto formal da lei, ainda vigora, em determinados meios. Como se chega nas Escrituras, e o que se quer delas é a difusão de preconceitos próprios, mas que ela não justifica. Jesus desautorizou as formalidades, e a condenação da homossexualidade, da suposta condenação, pois se ampliarmos o contexto veremos detalhas que derrubam a suposta condenação- ou seja, depende de interpretação e não apenas o texto frio por si só, já na quela época. Mas os fundamentalistas, ignoram o que Jesus fez, e continuam dizendo o que JESUS NÃO DISSE! Daí, apelam para Paulo, o apostolo, e novamente, sem nenhum vínculo semiótico, diacrônico, interpretam na literalidade, fazendo o texto dizer o que ele não diz, totalmente fora do contexto e razões motivadoras.

Se a Bíblia é obsoleta e incompleta, este blog não tem a pretensão de dar um posicionamento sobre isso. Mas, certamente toda a Escritura tem que ser interpretada e julgada à luz de Jesus Cristo, deve ser guardado aquilo que é bom, e ser jogado fora aquilo que não presta! E certamente, o ódio difundido por algumas igrejas e pessoas não fazem parte do que Jesus nos ensinou.

Na Graça e na paz

Renato

Ao visitante da abominação Lv 18,22; 20,13

APENAS UMA NOTA

Um leitor aqui do blog resolveu responder o visitante abominável (rsrsrsrsr), então, estou publicando este post, em consideração ao leitor, não ao visitante abominável! Por mim ele que se resolva... Mas, como pessoas se ofendem, aqui vai o link de estudos sobre:


III - A BÍBLIA E A HOMOSSEXUALIDADE - O LIVRO DE LEVÍTICO

Seria realmente crime? As sombras e o medo...


A Assembléia Nacional do país africano Burundi aprovou na sexta-feira (21/11) o projeto de lei que torna crime a relação sexual entre pessoas do mesmo sexo com penas que vão de três meses a um ano de prisão.

Os grupos Comissão Internacional de Direitos Humanos de Gays e Lésbicas (IGLHRC) e a Associação para o Respeito aos Direitos Homossexuais (ARDO) emitiram notas aos membros do Senado, para onde vai o projeto, a votarem contra.

Além da carta ao Senado, as organizações também escreveram ao presidente do Burundi, Nkurunziza, pedindo que vete a lei que criminaliza a homossexualidade. Os grupos pensam também em fazer campanhas públicas contra o projeto. "Aprisionar pessoas pelo fato de elas serem homossexuais fere todos os princípios dos direitos humanos, que consiste em assegurar a dignidade e o respeito a todas as pessoas", disse Paula Ettelbrick, diretora executiva do IGLHRC.

Apenas um comentário:

Com tanta miséria no continente africano, com toda a escravidão e violência que eles sofreram, agora eles imitam o comportamento dos opressores, oprimindo-se! Ao invés de discutirem políticas públicas para erradicação da pobreza, violência e miséria, eles querem fazer que a miséria humana aumente sem proporções.

Um passo demasiadamente largo e cheio de ódio, que gerará mortes injustificadas e prisões pelo crime de AMAR!

Isto sim é abominação...

Xuxa ganha primeira batalha contra a Igreja Universal

Jornal falou de um possível pacto da apresentadora com o diabo

Após decisão da juíza Flávia de Almeida Viveiros, da 6ª Vara Cível da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, a Editora Gráfica Universal, que produz o “Jornal Folha Universal”, está proibida de veicular a imagem da apresentadora Xuxa Meneghel. O veículo publicou uma reportagem a respeito de um possível pacto entre a apresentadora e o diabo. O jornal afirmou, na edição 855, de 24 a 30 de agosto, que Xuxa teria vendido a alma ao demônio por US$ 100 milhões. As informações são do "Consultor Jurídico".

A apresentadora da Globo argumentou na ação, que não autorizou a publicação das fotos divulgadas em 3 milhões de exemplares. E também alegou que, nas fotos, havia os dizeres "meu rei EXUX". Caso a editora não respeite a decisão judicial, terá de pagar multa diária de R$ 500.

A juíza entendeu que "a imagem da autora foi usada e associada à figura do demônio. Tal vinculação é ofensiva, apelativa e desonrosa a qualquer pessoa".

O processo ainda continua, pois cabe recurso.

Xuxa pode ganhar até R$ 3 milhões da Igreja caso vença o processo.

Fonte: MSN- Notícias

terça-feira, novembro 25, 2008

Comissão gay discute fundamentalismo religioso em São Paulo

Até o dia 29 de novembro, representantes das comunidades LGBTs da América Latina e Caribe integrantes da Comissão Internacional de Direitos Humanos de Gays e Lésbicas (IGLHRC) estão em São Paulo discutindo a influência do fundamentalimo religioso no cotidiano de gays e lésbicas em seus respectivos países.

Segundo os participantes, interpretações equivocadas podem acabar transformando religiões em instrumentos de inviabilização dos direitos sexuais. Exemplo disso é a lei que baniu o aborto terapêutico na Nicarágua, em 2007.

Além do fundamentalismo religioso, os 26 representantes discutem assuntos relacionados ao estado laico, sexualidade e Direitos Humanos.

Fonte: Mix Brasil

segunda-feira, novembro 24, 2008

Algumas mudanças no blog e novas parcerias: Dj Ricky & Speed Gay

Galera, hoje, quando tentei publicar mais um feeds no Widgets do Gospel, eu descobri que ele está oferecendo um código com erros, o que não permite a leitura de todos os blogs amigos. Portanto, tomei a decisão de deslocá-lo para o meu blog de testes, e tão logo ele volte a funcionar normalmente reintegro-o ao menu original idealizado.


Também fizemos 2 novas parcerias com dois blogs fantásticos. Para quem é ligado na música e no mundo dos DJs, temos a parceria com o blog do Dj Ricky: http://djrickyrs.blogspot.com/. Os meninos mandam bem no som, e o conteúdo do blog é muito interessante, vale a pena conferir!


De igual forma, e muito honrados estabelecemos parceria com o blog Speed Gay: http://speedgay.blogspot.com/. Este blog é de conteúdo adulto, reservado para um público que não tem preconceitos quanto ser evangélico, gay, e assumir que assiste filme pornô! Eu, particularmente, assisto sem maiores traumas e transtornos com a fé. E um de nossos administradores, que é jornalista, trabalha em uma revista de conteúdo adulto e gay.

Um maluco no pedaço

Tudo ocorria dentro da 'normalidade' de um domingo em Belo Horizonte. Na verdade sem muita coisa para se fazer, e com a segunda-feira às portas da paz e sossego, entre o ficar em casa e o sair à noite, para uma volta despretensiosa, também seguiam à 'normalidade' de alguns pensamentos costumeiros e habituais.

Bem, saí! E como tudo igual, fui para uma pista de esportes, caminhar e ver se na oportunidade, aproveitando da ocasião, fazia algumas coisinhas que determinados 'esportistas' lá vão para e, exclusivamente, fazer!

Também, como de costume, encontrei na pista um amigo fisioterapeuta, que todos os domingos, mesmo sem marcarmos, nos encontramos, no mesmo horário, para a prática do mesmo esporte! Caminhada vai, caminhada vem... Conversa vai, conversa vem... Até que o inusitado aconteceu. Um cara, jovem, aparentando 23 anos de idade, sem camisa, com um corpo esculpido, diria: DIVINO! e o calção rasgado, surge-me de uma passarela à pista, com passos rápido e braços abertos, abordava os que caminhavam: "doutor, doutor, preciso de ajuda, eu fugi do Raul Soares" (manicômio).

De fato, as pessoas se assustavam, meu amigo fisioterapeuta logo se pôs a pensar em ir para casa, pois a hora já era avançada. O que me veio a cabeça o mero oportunismo do tempo para disfarçar o incômodo do medo. Parei, e atendi a súplica do moço. Perguntei qual era o seu nome, o que sorrindo me respondeu: "Geovani, doutor!" Perguntei aonde morava, e fiquei surpreso, afinal Sarzedo é região metropolitana de BH, e diga-se de passagem, bem distante de onde ele se localizava na ocasião.

Perguntei o motivo da internação no Raul Soares, o que, inocentemente, ele me disse: "...para tratar da cabeça!" Na verdade, disso eu já sabia, mas queria saber o diagnóstico com precisão. Geovani havia sido assaltado na pista de esportes, o que levaram dele suas correntinhas e pulseiras de ouro e prata. Antes de nós chegarmos ele havia sofrido uma queda que o feriu no ombro direito, joelho esquerdo (que sangrava muito) e, havia quebrado o dedinho da mão direita. Foi quando ele pediu um cigarro; eu não fumo, mas meu amigo sim. Estranhei quando meu amigo disse não ter o cigarro. O que logo me fez exigí-lo: " dê um cigarro para ele, você não vai ficar pobre por isso." Constrangido, o fisioterapeuta entregou-lhe o pedido.

Bem, liguei para família do moço, o que vieram buscá-lo, e tudo ocorreu bem. Entretanto, uma coisa me doeu, e me incomodou, e está até agora me causando indignação. Alencar não quis dar um cigarro para Geovani, de um maço em que ele só tinha disposto de 3! Falei em tom de brincadeira: "Engraçado, os boys te pedem cigarro e você não pensa duas vezes para atendê-los, agora o moço aí te pediu e você disse que não tinha!" Penso que dura foi a resposta: "Renato, o cigarro eu tenho prazer em dividir com quem me dá prazer, esse infeliz não iria me dar prazer algum, não havia motivos para eu dar qualquer coisa minha para ele!"

Geovani quando recebera o cigarro o abraçara e com os olhos cheios de lágrimas o agradecera! Por que a humanidade é tão mesquinha?

domingo, novembro 23, 2008

CUIDA DE MIM

O pior momento do amor é quando somos obrigados a esquecer quem aprendemos a amar...


Nem sempre as palavras ajudam expressar tudo aquilo que se quer transmitir; nem sempre os pensamentos concatenam tudo o que se sente.

A razão não fala do que não é lógico, e agora, como posso esquecer de quem aprendi a amar?

Não seria capaz de apagar o passado, pois ele faz parte de mim. Sim, busquei quem sou e esquecer isso seria esquecer o que sou.





Capitão, meu capitão, isso terei que aprender sem me perder, contudo, eu ainda amo você!

"Volto atrás se voltar atrás assim como eu..."

sábado, novembro 22, 2008

Sutiã para homens vira sucesso no Japão

Loja on-line já vendeu 300 unidades em duas semanas. Clientes esperavam pelo produto há muitos anos, diz empresa.



Quem disse que sutiãs são apenas para mulheres? No Japão, um dos produtos mais vendidos em uma loja on-line de lingeries é o sutiã para homens.

A Wishroom foi inaugurada há duas semanas no "shopping virtual" Rakuten, e já vendeu mais de 300 sutiãs masculinos, ao preço de US$ 30 cada (2.800 yens).

A loja também vende calcinhas para homens, além das lingeries tradicionais para mulheres.

"Eu gosto dessa sensação", diz Masayuki Tsuchiya, representante da loja, enquanto exibe o sutiã masculino, que pode ser vestido discretamente sob a roupa.

Akiko Okunomiya, diretora-executiva da Wishroom, diz que está surpresa com a intensa procura pelo sutiã masculino.

"Cada vez mais homens estão se interessando pelo sutiã. Desde que lançamos o produto, recebemos mensagens dos clientes dizendo que esperavam por isso há muito tempo", diz ela.

O sutiã está disponível nas cores preta, rosa e branco, mas não é de fácil aceitação para todos os homens. A lingerie provocou fortes discussões na rede social Mixi, a principal do Japão. Cerca de oito mil usuários discutiam os méritos de os homens usarem uma peça íntima que "pertence" a mulheres.


Fonte: Globo.com

Eu sou melhor que você!

Eu sou melhor que você!
Frase que já causou muita desavença entre nós seres humanos.

Eu sou melhor que você!
Frase que já levou muitas pessoas a perseguir e matar o seu próximo.

Eu sou melhor do que você!
Assim um dia me falou um amigo que sofria como eu as dificuldades de quem vivia em um bairro pobre e esquecido pelas autoridades. Ele, mesmo sendo meu amigo, afirmou ser melhor que eu pelo fato de ele ser branco e eu ser negro.

Eu sou melhor do que você!
Quem sabe os discípulos de Jesus Cristo que queriam um lugar privilegiado ao lado Dele quando estivesse sentado no trono de Sua glória (Cf. Marcos 10.35-37) pensavam em um dia falar esta frase àquelas pessoas que não estivessem em situação tão privilegiada.

Eu sou melhor que você!
Assim pensaram as pessoas que durante tantos anos perpetuaram a escravidão do povo negro em nosso país.

Eu sou melhor que você!
Frase de pessoas que, assim como meu amigo, insistem em pensar que sendo de outra etnia são melhores pessoas que nós afro-brasileiros e afro-brasileiras deste país.

Eu sou melhor que você!
Ao invés de dar chance para que Seus discípulos pensassem ou dissessem isso Jesus Cristo afirmou: “quem quiser ser importante, que sirva os outros”! (Cf. Marcos 10.43)

Eu sou melhor que você!
Não é essa a frase que queremos afirmar quando buscamos resgatar e reafirmar nossa identidade como povo afro-brasileiro em nosso dia-a-dia e no Dia da Consciência Negra: 20 de novembro!

Queremos é lembrar a nós mesmos e ao mundo inteiro que somos criação de Deus: bela e boa assim como toda e qualquer pessoa de outras etnias.

Seja qual for a sua etnia, a sua raça, o seu credo, o seu partido político, o seu time de futebol preferido, respeite seu próximo como criatura de Deus que aquela pessoa é. E se em algum momento despertar em você a vontade ou a necessidade de sentir-se importante faça como nos ensina Jesus Cristo. Ao invés de pensar ou dizer “eu sou melhor que você” ame e “sirva aos outros”!

Pastor José Alencar Lhulhier Jr., Pastor da IECLB na Paróquia Monte Mor/SP

Fonte: Luteranos

sexta-feira, novembro 21, 2008

Nos bastidores do Gospel

Bate-papo com os leitores

Galera, saúde e paz

Hoje quero conversar com vocês sobre algumas coisas que acontecem nos bastidores aqui do blog, e que muita gente não fica sabendo. Como por exemplo, pessoas que escrevem comentários em postagens passadas, que não figuram mais na primeira página e que geram debates...

Foi assim que tomei conhecimento de uma leitora assídua: a Letícia. Talvez, Letícia pense que sua participação aqui seja mal vista, contudo, não encaro desta forma!

Letícia é evangélica, daquela espécie de crente fundamentalista, "sentimentaloide", que divide o mundo em bom e mau, céu e inferno sem se apropriar de um pensamento válido, de uma razão válida e centrada, ou sem ter uma consciência verdadeira de si mesma. Aquela espécie de crente, que foge para um mundinho de fadas; povoado por anjos e demônios, controlando a vontade das pessoas em uma conspiração que acabará num Armagedom.

De fato, para muitos Letícia seria uma persona non grata, cansativa, desesperada, mal amada. Contudo, Letícia, para mim, continua sendo uma fonte de inspiração! Sim, é isso... Acontece que não é o caso de proselitismo, mas o Evangelho tem que ser anunciado onde ele não é! Jesus nos convidou a uma nova vida, e essa vida não era achada dentro do templo e nem nas sinagogas. Hoje, essa vida não está nas instituições religiosas e nem na forma como tais encaram as Escrituras. Quando comecei a dialogar com essa crente, já imaginava o que estava por vir. Bem, aqui segue o link das postagens que troquei com ela: gospelgay.

O que acontece é que as pessoas chegam até nós, achando que elas têm em si, no mais profundo do ser, um pecado que tem que ser vencido. Elas aprenderam isso na Igreja. Aprenderam a negar, esconder, camuflar a sua homossexualidade e se dizerem felizes por mais infelizes que vivam. Sim, é isso mesmo que você está pensando; as pessoas aprenderam a mentir para si mesmas e se iludir em suas próprias falsidades, é como se drogassem, mas o efeito é muito pior, pois dilacera o ser, e não apenas o corpo!

Foi assim que Letícia veio a nós: cansada, abatida e camuflando tal realidade, com aquele velho discurso do tenho Jesus no coração e vivo feliz, mas julgando os outros por não saber o que é ser feliz de fato!

Sim, Letícia diz que continuará frequentando esse blog, ao passo que quero nesse diálogo dividir minhas esperanças com você, que é leitor/ leitora, a nunca se esmorecer ou se irritar, por mais fúteis que essas pessoas possam parecer, afinal elas estão pedindo por socorro, mas não sabem fazê-lo de fato!

Por isso Letícia continuará freqüentando aqui, pois neste espaço ela encontrou alento, e no seu grito, ainda que de preconceito, ela tenta se libertar de si mesma e se descobrir como alguém muito amada por Deus.

Jesus te abençoe em sua busca Letícia!

E a você amigo do Gospel GLBT muito obrigado por sua presença e suas palavras de incentivo, parcerias e agradecimentos, isso engrandece a todos nós!

Frente Parlamentar pela Cidadania LGBT realiza seminário para discutir a homofobia

Depois de ganhar nesta semana a adesão de mais dois deputados federais, a Frente Parlamentar pela Cidadania LGBT vai realizar na próxima quinta-feira, 27, o 5º Seminário Nacional para discutir principalmente a questão da homofobia no Brasil. O evento será aberto às 8h30, na Sala 19 da Ala Alexandre Costa, no Senado, com a presença dos presidentes do Senado, Garibaldi Alves, e da Câmara, Arlindo Chinaglia, além do ministro da Secretaria Especial dos Direitos Humanos, Paulo Vannuchi.

Com o apoio também das Comissões de Direitos Humanos e Minorias e de Legislação Participativa, ambas da Câmara dos Deputados, e da Associação Brasileira de Lésbicas, Gays e Transgêneros (ABLGT), o encontro vai discutir em primeiro lugar o tema "Criminalização da homofobia no Brasil", seminário coordenado pela deputada federal Cida Diogo (PT-RJ).

Na mesma manhã, será realizado também o lançamento da campanha “Não Homofobia". Já na parte da tarde, sob a coordenação da deputada distrital Erika Kokay (PT-DF), será a vez de discutir o Projeto de Lei 1151/95, que disciplina a união civil entre pessoas do mesmo sexo.

A Frente Parlamentar pela Cidadania LGBT não tem caráter partidário e uma de suas características é justamente unir deputados e senadores de diversos partidos. Nesta semana, ela ganhou a adesão de mais dois deputados federais, ambos de Tocantins (Estado que ainda não tinha representantes na Frente): Oswaldo Reis (PMDB) e Vicentino Alves (PR). Agora são 243 parlamentares.

Fonte: Mix Brasil

quarta-feira, novembro 19, 2008

Belo Horizonte pode aceitar uso de nome social em registros escolares de alunos trans

O município de Belo Horizonte pode seguir um exemplo paranaense e mudar nos registros escolares o nome de transexuais de masculino para feminino, ou vice-versa. Em ofício enviado na última terça-feira, 18, ao Conselho Municipal de Educação de Belo Horizonte, a Associação Brasileira de Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transgêneros (ABGLT) sugere a mudança como forma de diminuir os crescentes índices de evasão escolar dentro desse segmento.

O uso do chamado nome social seria aplicado a documentos escolares como livro de chamadas, cadernetas, históricos, certificados, declarações e demais registros das escolas municipais de Belo Horizonte. A ABGLT pede que o Conselho dê parecer favorável ao pedido para que seja colocada em prática a mudança o quanto antes. Isso porque as trans são um dos segmentos onde mais se registra evasão escolar, principalmente por não se sentirem à vontade quando são chamadas de “João Paulo” em vez de “Bianca”, por exemplo.

Aliada ao fato de sofrerem preconceito por serem homossexuais, esse tipo de coisa atrasa a vida escolar de transgêneros, que muitas vezes não encontram oportunidades de emprego no mercado de trabalho e não vêem outra alternativa que não se prostituir. Neste ano, o Estado do Paraná baixou uma portaria que garante às trans o direito de usar o nome social em sues documentos escolares.

O pedido da ABGLT é sustentado pela 12ª proposta aprovada pela 1ª Conferência Nacional LGBT, realizada em junho de 2008, em Brasília, que sugere: propor, estimular e garantir medidas legislativas, administrativas e organizacionais, para que em todo sistema de ensino seja assegurado a estudantes e profissionais da educação travestis e transexuais o direito de terem seus nomes sociais, nos documentos oficiais das instituições de ensino, assim como nas carteiras estudantis, sem qualquer constrangimento para seu/sua requerente, e de usufruírem as estruturas dos espaços escolares em igualdade de condições e em conformidade com suas identidades de gênero, podendo ser integradas ao Programa de inclusão educacional.

Fonte: Mix Brasil

sábado, novembro 15, 2008

O casamento gay e a proibição na Califórnia com a Proposição 8

No último dia 10, o âncora Keith Olbermann, da MSNBC, fez um comentário emocionante (e emocionado) sobre a aprovação da Proposta 8, que baniu o casamento entre homossexuais na Califórnia.

É uma fala tão sensata e humana que Pablo, do blog "Diário de Bordo" disse não ter podido deixar de traduzi-la, mesmo que parcial e rapidamente.

Segue abaixo a tradução junto com o link do discurso original de Olbermann no YouTube!


"Alguns esclarecimentos, como prefácio: não é uma questão de gritaria ou política ou mesmo sobre a Proposta 8. Eu não tenho nenhum interesse pessoal envolvido, não sou gay e tive que me esforçar para me lembrar de um membro de minha imensa família que é homossexual. (...) E, apesar disso, essa votação para mim é horrível. Horrível. (…) Porque esta é uma questão que gira em torno do coração humano – e se isto soa cafona, que seja.

Se você votou a favor da Proposta 8 ou apóia aqueles que votaram ou o sentimento que eles expressaram, tenho algumas perguntas a fazer, porque, honestamente, não entendo. Por que isso importa para você? O que tem a ver com você? Numa época de volubilidade e de relações que duram apenas uma noite, estas pessoas queriam a mesma oportunidade de estabilidade e felicidade que é uma opção sua. Elas não querem tirar a sua oportunidade. Não querem tirar nada de você. Elas querem o que você quer: uma chance de serem um pouco menos sozinhas neste mundo.

Só que agora você está dizendo para elas: “Não!”. “Vocês não podem viver isto desta forma. Talvez possam ter algo similar – se se comportarem. Se não causarem muitos problemas.” Você se dispõe até mesmo a dar a elas os mesmos direitos legais – mesmo que, ao mesmo tempo, esteja tirando delas o direito legal que tinham (o do casamento civil). Um mundo em volta deste conceito, ainda ancorado no amor e no matrimônio, e você está dizendo para elas: “Não, vocês não podem se casar!”. E se alguém aprovasse uma Lei dizendo que você não pode se casar?

Eu continuo a ouvir a expressão “redefinindo o casamento”. Se este país não tivesse redefinido o casamento, negros não poderiam se casar com brancos. Dezesseis Estados tinham leis que proibiam o casamento inter-racial em 1967. 1967! Os pais do novo Presidente dos Estados Unidos não poderiam ter se casado em quase um terço dos Estados do país que seu filho viria a governar. Ainda pior: se este país não houvesse “redefinido” o casamento, alguns negros não poderiam ter se casado com outros negros. (...) Casamentos não eram legalmente reconhecidos se os noivos fossem escravos. Como escravos eram uma propriedade, não podiam ser marido e mulher ou mãe e filho. Seus votos matrimoniais eram diferenciados: nada de “Até que a morte os separe”, mas sim “Até que a morte ou a distância os separe”.

O casamento entre negros não era legalmente reconhecido assim como os casamentos entre gays (...) hoje não são legalmente reconhecidos.

E incontáveis são, em nossa História, os homens e mulheres forçados pela sociedade a se casarem com alguém do sexo oposto em matrimônios armados ou de conveniência ou de puro desconhecimento; séculos de homens e mulheres que viveram suas vidas envergonhados e infelizes e que, através da mentira para os outros ou para si mesmos, arruinaram inúmeras outras vidas de esposas, maridos e filhos – apenas porque nós dissemos que um homem não pode se casar com outro homem ou que uma mulher não pode se casar com outra mulher. A santidade do matrimônio.

Quantos casamentos como estes aconteceram e como eles podem aumentar a “santidade” do matrimônio em vez de torná-lo insignificante?

E em que isso interessa a você? Ninguém está te pedindo para abraçar a expressão de amor destas pessoas. Mas será que você, como ser humano, não teria que abraçar aquele amor? O mundo já é hostil demais. Ele se coloca contra o amor, contra a esperança e contra aquelas poucas e preciosas emoções que nos fazem seguir adiante. Seu casamento só tem 50% de chance de durar, não importando como você se sente ou o tanto que você batalhará por ele. E, ainda assim, aqui estão estas pessoas tomadas pela alegria diante da possibilidade destes 50%. (...) Com tanto ódio no mundo, com tantas disputas sem sentido e pessoas atiradas umas contra as outras por motivos banais, isto é o que sua religião te manda fazer? Com sua experiência de vida neste mundo cheio de tristeza, isto é o que sua consciência te manda fazer? Com seu conhecimento de que a vida, com vigor interminável, parece desequilibrar o campo de batalha em que todos vivemos em prol da infelicidade e do ódio... é isto que seu coração te manda fazer?

Você quer santificar o casamento? Quer honrar seu Deus e o Amor universal que você acredita que Ele representa? Então dissemine a felicidade – este minúsculo e simbólico grão de felicidade. Divida-o com todos que o buscam. Cite qualquer frase dita por seu líder religioso ou por seu evangelho de escolha que te comande a ficar contra isso. E então me diga como você pode aceitar esta frase e também outra que diz apenas: “Trate os outros como gostaria de ser tratado”.

O seu país – e talvez seu Criador – pede que você assuma uma posição neste momento. Um pedido para que se posicione não numa questão política, religiosa ou mesmo de hetero ou homossexualidade, mas sim numa questão de Amor. (...) Você não tem que ajudar ou aplaudir ou lutar por ela. Apenas não a destrua. Não a apague. Porque mesmo que, num primeiro momento, isto pareça interessar apenas a duas pessoas que você não conhece, não entende e talvez não queira nem conhecer, é, na realidade, uma demonstração de seu amor por seus semelhantes. Porque este é o único mundo que temos. E as demais pessoas também contam."


Fonte: http://www.cinemaemcena.com.br/pv/BlogPablo/


Grupo de discussão GOSPEL com nova cara

Talvez alguns não saibam, mas este blog é relacionado a um grupo de discussão no Yahoo! Groups.

O grupo foi criado por Marco Antonio García "no século passado" (rsrsrs) e, por anos, tem sido um espaço de discussão, parceria, amizade e reflexão sobre a homossexualidade e a religião cristã.

Hoje, sou o responsável pelo grupo junto com o Renato Hoffmann, que tem sido o maior atualizador aqui do blog. Na verdade, o único rs. Eu tenho atuado mais no grupo de discussão e dou umas sugestões aqui no blog, mas esta é minha primeira postagem ;D.

Enfim, sem enrolar muito, estou aqui porque fiz algumas mudanças no grupo de discussão e queria compartilhar. Quem já o conhece vai perceber que ele mudou de endereço (assimilando a sigla LGBT - lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais), a página inicial mudou de cara e eu fiz até um novo logo pra ele, essa cruz acima.

O branco da cruz representa a vida do gay evangélico que se liberta das amarras do preconceito dominante nas igrejas tradicionais e aprende a viver feliz, leve e crente de que Deus o ama como ele é. É um estado de pureza e plenitude, daí a cor branca. Atrás em degradê, as seis cores tradicionais da bandeira do arco-íris, símbolo do orgulho gay. Quem conhece, verá que as cores estão invertidas, pois o azul e o violeta estão em cima, representando o céu.

Quem não conhece o grupo, convido a conhecer e se juntar a nós. Você é bem-vindo e lá é um espaço muito legal, onde você pode conhecer gente como você.


Para ter acesso a todas as ferramentas, é indicado ter uma conta no Yahoo! Groups. É fácil e de graça.

Aguardo a visita, hein?

Padre católico pune fiéis que votaram em Obama

Um padre católico da Carolina do Sul é acusado de ter dito a seus paroquianos que eles não poderiam receber a comunhão se tivessem votado para Barack Obama nas eleições presidenciais do último dia 4. Isso porque o presidente eleito democrata apóia o aborto, e, segundo o padre, votar nele foi um ato de "cooperação material com a maldade intrínseca".

O padre Jay Scott Newman disse em uma carta distribuída no domingo passado (9) na Igreje Católica de Santa Maria, em Greenville, que os paroquianos estariam colocando suas almas em risco se eles tomassem a comunhão antes de fazer penitência por causa do seu voto.

"Nosso país escolheu para chefiar seu executivo o mais radical político pró-aborto que servio no Senado dos EUA", disse ele, referindo-se a Obama com seu nome completo, Barack Hussein Obama.

"Votar em um político pró-aborto quando existia uma alternativa plausível pró-vida constitui cooperação material com a maldade intrínseca, e os católicos que fizeram isso colocam-se fora da comunhão completa da Igreja de Cristo e sob julgamento da lei divina", diz o texto. "Pessoas nessa condição não deveriam receber a Comunhão Sagrada até estarem reconciliados com Deus no Sacramento da Penitência, senão estariam comendo e bebendo sua própria penitência."

Durante a campanha eleitoral americana deste ano, muitos religiosos falaram contra o aborto mais abertamente do que na campanha anterior, lembrando a políticos e eleitores católicos que a questão deveria ser a mais importante a ser considerada na formação de políticas públicas e na escolha de candidatos.

Em entrevista por telefone, o padre Newman disse que sua posição não é partidária e que, se o candidato republicano derrotado John McCain tivesse uma posição pró-aborto, teria tomado a mesma atitude.

A irmã Mary Ann Walsh, porta-voz da Conferência de Bispos Católicos dos EUA, disse que não tem conhecimento de igrejas tomando essa posição em reação à vitória de Obama.

Uma lei norte-americana de 1954 proíbe que as organizações isentas do pagamento de impostos, como é o caso das congregações religiosas, se envolvam em campanhas políticas e declarem apoio a um ou outro candidato.

Fonte: Globo.com




sexta-feira, novembro 14, 2008

Mitos e preconceitos que circundam o mundo pornô*

Olha que lindo!
Como uma pessoa que trabalha no segmento pornô, não podia deixar de postar.

Michael Lucas é russo, é lindo, já foi modelo e se realizou no pornô, onde atua só como ativo (sou fã! hehehe).

Existem alguns mitos que cercam as pessoas que trabalham no segmento, alguns infelizmente criados por movimentos sociais.

Um deles é que as pessoas que atuam são "anencéfalas". Outro dia, um rapaz se espantou quando revelei que era formado em jornalismo e atuava como editor de revistas eróticas ("e precisa estudar pra isso?"). Sim, precisa. E pensei: "será que conto que um dos meus colaboradores é professor de filosofia e costuma dar palestras?". Engraçado que mesmo aqui na editora, que não faz só revistas adultas, já percebi isso. Outro dia, o núcleo ao lado estava editando uma reportagem sobre Islã e meti, com carinho, o bedelho - e vi as caras de espanto quando disse que estudava o Islã há cinco anos e estava lendo o Alcorão rs.

Outro mito é que os atores, e especialmente as atrizes, são seres explorados sem qq outra condição de formação profissional. Não nego que, no pornô brasileiro, exista, sim, muito amadorismo e haja uma verdade parcial nisso. Parcial, não toda a verdade. Há atores e atores e atrizes e atrizes - e pessoas com diferentes formações. Morgana Dark, por exemplo, que já atuou conosco e hj se define como hétero, foi casada 10 anos com uma mulher, teve empresa, hoje montou uma grife de roupas e recentemente lançou um livro.

No pornô internacional, da Europa e EUA, há outros exemplos interessantes e aí a verdade parcial se torna ainda menoooooooooooooor, bem menor, se não mentira. Katja Kassin, uma das deusas do pornô hard e alternativo, é formada em Letras e especialista em latim e grego clássico. A francesa Ovidie é filósofa, feminista e atriz pornô, além de diretora. Carlo Cox, ator gay qye entrevistei pessoalmente, é formado em Letras numa universidade brasileira, foi cantor de ópera, é ator profissional tradicional e fala 3 idiomas. Muitos não acreditam, mas, sim, no exterior muitas meninas e meninos optam pelo pornô porque ganham mais e podem ter uma carreira frutífera e com um bom nível econômico. A idéia de que "só se explora a mulher" não é exatamente bem assim, especialmente considerando que, no pornô hétero, são elas, e não eles, que têm os maiores cachês. De forma similar, no pornô gay, quando há diferença de cachê, são os passivos que ganham mais.

Um terceiro mito é de que atores e atrizes não formam parcerias e não se casam, não formam uniões estáveis, não têm família e nem criam filhos. Victor Manzini, que atuou conosco no pornô gay, já foi casado, hj mora na Irlanda, e sempre sustentou seus 3 filhos. Pamela Butt também tem um filho. Monica Mattos e Claudio Sampaio ficaram juntos por anos, e Roger Lemos e Aretuza Lemos, embora hoje separados, já foram um duradouro casamento. A união de Michael Lucas com Richard Winger vem acrescentar mais um golpe no mito - ah, e quem quiser, eu tenho uma cópia do filme dele, "La Dolce Vita", que, na premiação do GayVN, Oscar do pornô gay, levou quase todos os prêmios, heheheh.

*postado por João Marinho na lista de discussões


Ícone do pornô gay, Michael Lucas oficializa união de 8 anos


Apenas alguns dias antes de a Proposta 8, que veta o casamento gay na Califórnia, ter sido aprovada, o ícone do pornô gay, Michael Lucas, celebrou sua união com Richard Winger. Winger e Lucas estão juntos há 8 anos e os dois trabalham juntos na condução dos negócios da Lucas Entertainment, empresa de filmes pornô fundada por Lucas em 1998.

O casal fez uma cerimônia no começo do mês de novembro em Hollywood, na mansão de um amigo. A listinha de convidados estava repleta de nomes bombados, como não poderia deixar de ser em se tratando do casamento de um moço que saiu da Rússia para Nova York e se tornou um fenômeno da cultura gay.

Só para ter uma idéia do bafo, as drags Chi Chi LaRue e RuPaul e o cantor assumido Ari Gold foram alguns que deram as caras na festinha.

Quem oficializou a cerimônia foi John Duran, prefeito de West Hollywood. Todo esperançoso, Lucas abriu mão dos presentes e pediu que os convidados votassem contra a Proposta 8.

Fonte: Mix Brasil

Pó suspeito é enviado para igrejas nos EUA

Pó suspeito é enviado a igrejas contrárias à união gay

A proibição do casamento gay na Califórnia resultou em novas manifestações na quinta-feira. Cartas contendo um pó branco suspeito foram enviadas a igrejas mórmons em Los Angeles e Salt Lake City, locais de protesto contra o apoio da igreja à proibição de uniões homossexuais.

A igreja de Westwood, Los Angeles, chegou a ser evacuada, mas, de acordo com um porta-voz do FBI, o conteúdo do envelope não era tóxico.

Em Salt Lake City, a pessoa que recebeu o envelope chegou a colocar as mãos na substância que estava dentro dele, mas não apresentou nenhum sinal de problema em função disso. Ainda assim, de acordo com o Corpo de Bombeiros, todos deixaram o prédio por aproximadamente uma hora.

Segundo Scott Freitag, porta-voz dos bombeiros, as cartas não tinham ameaças. "As autoridades estão levantando teses sobre quem teria enviado as correspondências e porque", disse Jason Pack, do FBI.

Enquanto isso, Fred Karger, fundador do Californians Against Hate, apresentou queixa à agência que regulou a campanha para a votação do casamento gay. De acordo com ele, a Igreja de Jesus Cristo do Santo dos Últimos Dias fez contribuições à "Proposição 8" que não foram relatadas.

"Vamos ser transparentes. Se eles vão desempenhar papel no processo político, é necessário que cumpram as regras como todo mundo", disse.

No mês passado, a igreja relatou uma doação em espécie de US$ 2.078,97 para a coligação de organizações religiosas e grupos conservadores que patrocinaram a "Proposição 8", uma emenda constitucional que anula a decisão de legalizar o casamento gay. É a única doação listada sob o nome da igreja em prol da medida.

Kim Farah, porta-voz da igreja, disse que todas as leis de campanha têm sido cumpridas e que confia que a investigação não provará nada contra a organização religiosa.

Fonte: TERRA

quinta-feira, novembro 13, 2008

Super- herói gay

O canal americano Showtime está desenvolvendo um projeto de série de uma hora de duração do grande ícone dos quadrinhos Stan Lee, que segue a vida de um super-herói gay.

Segundo a Variety, o projeto tem Lee como produtor executivo e se concentrará em um herói que batalha para esconder suas duas “identidades secretas”, baseado no livro Hero de Perry Moore que também assina o roteiro.

A séria ainda não tem previsão de estréia.

No romance de Moore, Thom Creed é um adolescente que costuma se manter afastado dos outros e é filho de um antigo grande super-herói. A última coisa que ele quer é desapontar seu pai, mas esconde dois segredos: primeiro, ele é gay, e segundo, tem o poder de curar. Ele acaba sendo convidado para integrar uma liga de super-heróis, da qual seu pai um dia foi membro, e por isso precisa fazer de tudo para se manter incógnito.

Fonte: Globo.com



Em agosto do ano passado, o livro Hero, escrito por Perry Moore, angariou grande destaque na mídia. Apesar dos elogios da crítica especializada e do sucesso de público - que nos primeiros dias de lançamento fez a obra entrar na lista dos mais vendidos nos Estados Unidos -, o que chamou a atenção foi menos a qualidade literária e mais o protagonista do enredo.A trama narra as desventuras de Thom Creed, um adolescente que esconde do mundo a sua homossexualidade e o incrível poder de curar ferimentos e doenças. As dificuldades em controlar esse dom e conviver com a descoberta sexual tornam sua vida uma miríade de confusões psicológicas e sentimentais.

Quando o destino o faz cruzar o caminho da Liga, uma equipe de super-heróis que o aceita no grupo, Creed descobre um mundo de romances, aventuras e, como não poderia deixar de ser, muitas batalhas contra o mal.

Destinado ao público jovem, Hero também acumulou desafetos e polêmicas que poderão acompanhá-lo em sua nova empreitada no mundo do entretenimento.Com a ajuda de ninguém menos que Stan Lee, criador do Homem-Aranha e de outros famosos super-heróis dos quadrinhos, o livro de Perry Moore deverá ganhar uma versão para seriado de TV.

Os dois artistas estão em conversas para realizar a idéia que, inicialmente, era a de produzir um longa-metragem para a tela grande. Dois canais de televisão dos Estados Unidos estariam interessados no projeto.

O autor de Hero garante que o seriado não terá um clima camp e será similar a Lost, seja qual for o sentido dessa afirmação.

Lee é um fã confesso da obra de Moore, um roteirista e produtor de cinema (responsável pela série Crônicas de Nárnia) que com esse trabalho estreou como escritor de romances.

Uau! Isso é totalmente original! (…) Uma experiência inesquecível - imperdível!”, escreveu Stan Lee para a quarta capa das reedições do livro.E assim, depois de passar pelo mundo literário, sair incólume a ainda ser aplaudido, o primeiro super-herói gay adolescente - como Thom Creed já é chamado - se prepara para transpor mais um obstáculo que Perry Moore afirma ser o preconceito contra heróis homossexuais.

No artigo Quem se importa com a morte de um super-herói gay?, de autoria do escritor e publicado em seu site, é apresentada uma extensa lista de personagens gays dos quadrinhos que foram descartados, maltratados e, em sua grande maioria, assassinados. O texto inclui tópicos de contagem relacionados ao assunto, mostrando, em um dos trechos, que o mutante Wolverine já matou um homossexual.

“Homossexuais não podem ser heróis”, finaliza o artigo, citando o comentário que um leitor de quadrinhos postou há alguns anos no site do roteirista Peter David.

Xuxa processa Igreja Universal

A apresentadora Xuxa está processando a Igreja Universal do Reino de Deus por causa de uma notícia dizendo que ela fez um pacto com o diabo! Você acredita nisso?

O fato é que o jornal da Igreja Universal escreveu que Xuxa teria vendido sua alma por 100 milhões de dólares - que apesar de ser muito dinheiro, não chega nem perto do valor que vale a alma de qualquer pessoa.

Por isso ela resolveu ir a Justiça Brasileira processar os responsáveis por difamação. De acordo com ela essa informação é falsa e se não conseguirem provar o que disseram, os acusados deverão pagá-la pela mentira.

No Brasil a lei permite que qualquer pessoa processe jornais, revistas, programas de TV e até sites de internet que afirmarem que você fez alguma coisa sem provar isso. No caso da Xuxa o problema é maior, pois para provar o que diz Igreja Universal iria ter que falar com o diabo - e eu acho que ele não dá entrevistas para igrejas.

Os advogados de Xuxa pedem uma indenização no valor de R$ 3 milhões por danos morais. O processo corre na 6ª Vara Cível da Barra da Tijuca, no Rio.

Fonte: IG

quarta-feira, novembro 12, 2008

Suécia se prepara para lei que permitirá casamento gay

"Depois de uma longa espera, a Suécia se prepara para aprovar a lei que permitirá homossexuais a contraírem matrimônio", afirmou o primeiro-ministro Fredik Reinfeldt.

Com a aprovação da lei prevista para maio de 2009, a Suécia se juntará à Holanda, Bélgica, Espanha, Canadá, África do Sul e o estado americano de Massachussets, que já permitem o casamento gay.

A diferença é que o casamento poderá ser realizado no religioso. A Igreja Luterana, que é maioria na Suécia, sinalizou ao longo deste ano que poderia abençoar casais homossexuais.

A Suécia já dispõe desde 1995 da lei de união civil homossexual, com direito à adoção. Agora o governo sueco, sustentado por uma coalizão de quatro partidos encabeçada pelo partido moderado, se propõe a aprovar o casamento gay.
Dos partidos aliados do governo, somente o partido democrata-cristão apoiado pelos sociais-democratas se opõe à lei.

O modelo adotado será semelhante ao espanhol, que reformou o Código Civil suprimindo os termos "marido e mulher" da lei de matrimônio.

Fonte: Gay1

quinta-feira, novembro 06, 2008

Manifestantes marcham nas ruas de West Hollywood, na Califórnia em defesa do casamento gay

Milhares de pessoas saíram às ruas de Los Angeles na noite desta quarta-feira (5) para defender a igualdade de direitos e o casamento gay, depois da vitória de um referendo na terça-feira que proíbe o casamento entre pessoas do mesmo sexo, uma conquista que havia sido incluída na Constituição da Califórnia em maio.

"Lute contra o Ódio em 2008", "Vão para o inferno mórmons", "Igualdade de direitos" e "Sim podemos com Obama" foram algumas das frases gritadas pela multidão que se concentrou nas avenidas St. Vicent e St. Monica, no coração de West Hollywood, o reduto da comunidade homossexual de Los Angeles.

Um policial do condado de Los Angeles calculou em pelo menos 2 mil o número de manifestantes no início da marcha, mas o número aumentou consideravelmente durante o protesto.

"Sou vítima da H-8" ('H' em uma referência à palavra ódio em inglês), escreveu no corpo Jason Louis, um manifestante de 34 anos que casou no domingo com o companheiro.

"Agora estamos esperando para ver o que vai acontecer conosco. Decidimos nos casar dois dias antes da consulta eleitoral porque tinha o pressentimento de que iam nos tirar este direito", disse Louis.

Muitos presentes pediram que a religião fique fora da Constituição estadual.

Com 99,5% das urnas apuradas, a Proposta 8 que pedia o voto "Sim" à emenda para proibir os casamentos gays na Califórnia tinha 52,5% dos votos, contra 47,5% do "Não".

A votação elimina a decisão de maio da Suprema Corte da Califórnia de permitir os casamentos gays e inclui uma emenda na Constituição que considera válidos "apenas o matrimônio entre um homem e uma mulher", deixando no limbo 18 mil casais homossexuais já casados.

Fonte: Globo.com




quarta-feira, novembro 05, 2008

Conselho de psicologia brasileiro repudia testes psicológicos propostos pelo Vaticano*


O Conselho Federal de Psicologia (CFP) do Brasil repudiou o documento divulgado pelo Vaticano na última quarta-feira, 30, onde anuncia a decisão de usar psicólogos para fazer avaliações nos candidatos a entrar nos seminários da Igreja Católica. O objetivo da Santa Sé é não deixar homossexuais entrarem no sacerdócio. No Brasil, o Conselho não autoriza os psicólogos a avaliarem pessoas para essa finalidade.

Caso os psicólogos façam as avaliações, eles estarão infringindo o Código de Ética da categoria e a Resolução 001/99 do CFP, que estabelece normas de atuação para os psicólogos em relação à questão da orientação sexual. O Conselho tem a plena consciência de que a homossexualidade não é uma doença, distúrbio ou perversão sexual, por isso, a Resolução define que os psicólogos “não colaborarão com eventos e serviços que proponham tratamento e cura das homossexualidades”.

Ainda segundo a Resolução, “os psicólogos não se pronunciarão, nem participarão de pronunciamentos públicos, nos meios de comunicação de massa, de modo a reforçar os preconceitos sociais existentes em relação aos homossexuais como portadores de qualquer desordem psíquica”.

O Conselho reconhece que a posição adotada pelo Vaticano é extremamente preconceituosa, mas acredita também na soberania da Santa Sé em definir suas próprias normas internas. O que o CFP contesta é a utilização por parte da Igreja de psicólogos e testes psicológicos para respaldar essa posição homofóbica, ignorando os avanços dos movimentos sociais em todo o mundo, que defendem o direito à livre orientação sexual.

*Hélio Filho

Fonte: Mix Brasil

terça-feira, novembro 04, 2008

Apenas uma consideração em relação à proposta do Vaticano e o teste da homossexualidade


Não seria ético um blog de confissão evangélica entrar nos assuntos internos e administrativos do catolicismo. Entretanto, para as coisas serem mais funcionais e, diria, sem embarco, com a nítida PREOCUPAÇÃO em ajudar os irmãos curistas nesta caminhada santa e de desenvolvimento da consciência cristã e humana plenas, proponho que o teste de homossexualidade seja DE FATO realizado!

Contudo não in stricto sensu, apenas nos seminaristas, mas em lato sensu , envolvendo o primeiro servidor de todos: O próprio PAPA. Ou seja, o papa, como exemplo de santidade e humanidade sadia, correta, deveria se submeter ao teste de homossexualidade e dar publicidade ampla aos resultados.

Assim, de igual forma, todos os cardeais, arcebispos, bispos, sacerdotes, diáconos e seminaristas. SENDO EXCLUÍDOS todos que apresentarem tendências homossexuais, seja do papa ou do vocacionado. Isso sim, seria justo, seria humano, seria correto. Preconceito distribuído em igualdade a todos, aos que promovem e, agora, com a possibilidade de serem tocados por aquilo que semeiam!

FAÇAM O TESTE URGENTE!

Obs: Pimenta nos olhos dos outros é refresco, submeter pessoas a testes de tendências gays é sórdido, eles que propuseram não se submetem, será por quê?

domingo, novembro 02, 2008

Nota da ABGLT sobre a exclusão de homossexuais do sacerdócio católico

A Associação Brasileira de Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ABGLT), entidade de abrangência nacional que congrega 203 organizações congêneres, e cuja missão é promover a cidadania e defender os direitos de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais, contribuindo para a construção de uma democracia sem quaisquer formas de discriminação, afirmando a livre orientação sexual e identidades de gênero, vem a público expressar indignação diante da atitude discriminatória do Vaticano em avaliar candidatos ao sacerdote por meio de exame psicológico, com rejeição daqueles que tal análise considerar serem homossexuais.

A ABLGT lamenta que, no ano em que a Declaração Universal dos Direitos Humanos completa 60 anos, o Vaticano possa adotar uma prática flagrante de discriminação desta natureza. Citamos: “Artigo I: Todas as pessoas nascem livres e iguais em dignidade e direitos. São dotadas de razão e consciência e devem agir em relação umas às outras com espírito de fraternidade. Artigo II: Toda pessoa tem capacidade para gozar os direitos e as liberdades estabelecidos nesta Declaração, sem distinção de qualquer espécie, seja de raça, cor, sexo, língua, religião, opinião política ou de outra natureza, origem nacional ou social, riqueza, nascimento, ou qualquer outra condição.”

Em dezembro de 2007, o Arcebispo italiano Silvano Tomassi, representando o Vaticano em sessão do Conselho de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas, afirmou que os direitos básicos de cada ser humano “não estão sujeitos aos altos e baixos históricos ou interpretações de conveniências” e que a dignidade humana “transcende qualquer diferença religiosa, política ou cultural”, unindo todas as pessoas “numa única família”.

(Fonte: teologia fé e vida)

Ora, há uma nítida contradição no discurso do Vaticano, que por um lado prega o respeito aos direitos humanos e afirma que todas as pessoas fazem parte de “uma única família”, ao mesmo tempo em que exclui os homossexuais de seus quadros. Materializou-se a situação prevista por George Orwell, em sua sátira A Revolução dos Bichos: “todos os animais são iguais, mais alguns são mais iguais do que outros”.

A competência, ou “rigidez de caráter”, de um sacerdote independe de sua orientação sexual, assim como a prática da pedofilia não é exclusiva aos homossexuais. Estudos demonstram que a pedofilia é praticada contra crianças de ambos os sexos, majoritariamente por homens heterossexuais, muitas vezes o pai ou parente próximo da vítima. É improvável que a medida tomada pelo Vaticano resulte na almejada diminuição dos casos de pedofilia praticados por seus sacerdotes. A ABGLT condena a pedofilia e, conforme disposições de seu estatuto e as resoluções do seu I Congresso, não aceita a afiliação de organizações que promovem a pedofilia.

Para a ABGLT, a atitude do Vaticano não é atitude cristã, é uma atitude discriminatória, ou seja, anti-cristã. Trata-se de martirizar pessoas que apresentam essa diferença em relação à maioria, demonizando-as. Trata-se de manter a discriminação, aquela que a Igreja diz combater.

A ABGLT já solicitou ao Conselho Federal de Psicologia que se pronuncie sobre esse acinte à cidadania da comunidade de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais, tendo em vista que em 1999 o Conselho publicou a Resolução 001/99 que diz que “a homossexualidade não constitui doença, nem distúrbio e nem perversão” e que “os psicólogos não exercerão qualquer ação que favoreça a patologização de comportamentos ou práticas homoeróticas”. O Conselho deverá se pronunciar dentro de uma semana.

Na semana que vem, será realizada a XXIV Conferência Mundial da Associação Internacional de Lésbicas e Gays (ILGA), em Viena, Áustria. O evento reunirá delegados de organizações LGBT do mundo inteiro e a delegação brasileira solicitará a emissão de uma nota de repúdio ao Vaticano em nome da comunidade internacional LGBT.



Toni Reis

Presidente da ABGLT

sábado, novembro 01, 2008

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...